Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
Camara - corona
Saúde

Vacinados contra gripe têm menos problemas cardíacos

Pesquisa

23 outubro 2013 - 12h38Por Reuters

A vacina de gripe pode fazer mais do que prevenir a infecção. Uma pesquisa publicada no "Journal of the American Medical Association" mostra que pessoas vacinadas tiveram menos risco de sofrer problemas cardíacos no ano seguinte à imunização do que quem recebeu uma injeção com placebo.

A relação valeu especialmente para quem tinha tido problemas cardíacos recentemente.

"Se ainda há pessoas que por qualquer motivo não tomam a vacina ou acham que não precisam, essa é mais uma demonstração de por que ela ajuda", afirmou Jacob Udell, líder do estudo, da Universidade de Toronto.

Estudos anteriores mostram que pessoas que ficam gripadas têm maior risco de sofrer derrame, falência cardíaca e doenças cardíacas.

A infecção pode causar inflamação pelo corpo todo e piorar problemas cardíacos preexistentes.

O novo estudo analisou trabalhos anteriores com 6.735 participantes, a maioria na faixa dos 60 anos e um terço com histórico de doenças cardíacas.

No total, 3% dos que receberam a vacina tiveram infarto ou derrame no período de um ano. Entre os não vacinados, 5% tiveram problemas.

Entre as pessoas que haviam tido problemas cardíacos recentemente, a diferença foi maior.

Cerca de 10% dos vacinados cardíacos tiveram problemas após a vacina, enquanto que 23% dos não vacinados sofreram eventos cardiovasculares.

 

Leia Também

Buffets de Campo Grande poderão funcionar como restaurantes entre os dias 11 e 14 de junho
Cidade Morena
Buffets de Campo Grande poderão funcionar como restaurantes entre os dias 11 e 14 de junho
Técnico que chamou colega de 'resto de incêndio' se diz negro e que vítima aceitava 'brincadeira'
Cidade Morena
Técnico que chamou colega de 'resto de incêndio' se diz negro e que vítima aceitava 'brincadeira'
Secretaria de Saúde vai distribuir máscaras para população em MS
Saúde
Secretaria de Saúde vai distribuir máscaras para população em MS
Cidades
EPICENTRO: Dourados estende toque de recolher até que índice de isolamento melhore na cidade
Toque de recolher será mantido das 20h às 5h