TCE MAIO
(67) 99826-0686

Anderson Silva nega aposentadoria e considera revanche contra Jared Cannonier

Lutador, que está a caminho da China para promover filme, se mostra confiante em recuperação do joelho lesionado

17 MAI 2019
Redação/Globo Esporte
08h10min
Foto: André Durão

Depois de admitir dúvidas sobre se deveria dar continuidade à sua carreira no MMA, o lutador Anderson Silva declarou nesta quinta-feira que pretende continuar lutando. O atleta brasileiro, que está a caminho da China para promover um filme no qual atuou, disse que apenas dará um tempo para se recuperar da lesão na perna direita e retornará ao octógono em seguida.

- Eu não estou parando, não estou me aposentando. Só estou dando um tempo agora porque tenho meu filme na China, vou à China promover meu filme. Vou me acalmar um pouco, cuidar do meu joelho, começar a fisioterapia, e veremos. Mas voltarei em breve - disse o "Spider" ao site "TMZ.com".

O ex-campeão dos pesos-médios do UFC declarou ainda que o joelho "não está bom, mas também não está muito mal", e que confia na fisioterapia para retornar melhor ainda. Sobre uma possível revanche contra Jared Cannonier, que o derrotou por nocaute técnico no primeiro round no UFC Rio 10 do último sábado, Anderson se mostrou interessado.

- Talvez. Falei com Dana sobre isso, mas Dana só disse, "Volte para casa, descanse, cuidado com seu joelho e veremos". Mas há uma boa chance de isso acontecer. Não sei, só estou esperando. Meu foco é em me recuperar, em ficar saudável e forte, e voltar - afirmou.

Bruno Blindado substitui Markus Maluko e encara Deron Winn no UFC Greenville
A saída do peso-médio brasileiro Markus Maluko da luta contra o americano Deron Winn abriu espaço para outro atleta do país na organização: Bruno Blindado. O lutador, que é ex-campeão do evento russo M-1 Global e tem em seu cartel vitórias contra atletas de renome na Rússia, como Alexander Shlemenko e Artem Frolov. Paraibano da cidade de Cajazeiras, Blindado, que tem 29 anos de idade, tem um cartel de 19 vitórias e apenas seis derrotas, e vem de quatro triunfos consecutivos.

UFC Greenville
22 de junho de 2019, em Carolina do Sul (EUA)
CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-pena: Renato Moicano x Zumbi Coreano
Peso-pesado: Allen Crowder x Jairzinho Rozenstruik
Peso-palha: Ashley Yoder x Syuri Kondo
Peso-mosca: Andrea Lee x Montana De La Rosa
Peso-médio: Deron Winn x Bruno Blindado
Peso-mosca: Ariane Lipski x Molly McCann
Peso-médio: Alessio Di Chirico x Kevin Holland
Peso-galo: Andre Ewell x Anderson Berinja
Peso-meio-médio: Bryan Barberena x Randy Brown
Peso-pena: Dan Ige x Kevin Aguilar
Peso-leve: Matt Wiman x Luís Peña
Peso-galo: Cody Stamann x Rob Font

Parceiro de treinos de Whittaker garante vaga no ADCC 2019
Considerado uma das principais promessas da equipe de Robert Whittaker, Jacob Malkoun, que é sparring do campeão do peso-médio do Ultimate, conquistou a vaga para o ADCC 2019, em seletiva realizada no Japão com competidores da Ásia e da Oceania. A competição de grappling será disputada na Califórnia (EUA) este ano, e o australiano enfrentará nomes como o ex-UFC Vinny Pezão, o atleta do Bellator Rafael Lovato Jr., e Rômulo Barral, na categoria até 99kg.

No MMA, Malkoun tem apenas duas lutas na carreira, tendo vencido ambas em combates disputados no peso-médio (até 84kg). Ele também fez três lutas de boxe profissional e ganhou todas.

Veja também