(67) 99826-0686

Após fim de desmanche, Corinthians testa força do elenco por sonho do G-4

Léo Príncipe será titular do Corinthians na partida contra o Sport

8 SET 2016
Uol Esporte
15h29min
Foto: Daniel Augusto Jr.

Ao menos aparentemente, o desmanche corintiano acabou. Depois de perder Luciano, André, Bruno Henrique e Elias, sem nem contar os que haviam saído no primeiro semestre, a equipe volta a se concentrar exclusivamente no Campeonato Brasileiro com o objetivo de terminar a competição no G-4. 

O desafio desta quinta-feira (8), a partir das 19h30, é o Sport, que luta para não ser rebaixado no Nacional.

O jogo é o primeiro teste da competição para o grupo de Cristóvão Borges, que pôde relacionar Jean e Gustavo para a partida. Em sua entrevista coletiva na véspera, o comandante insistiu que vê o time com condições de brigar pela parte de cima da tabela.

"O que me deixa confiante e motivado é que o grupo não colocou tudo o que pode, ainda tem muita coisa, e vejo isso começar a aparecer. Precisamos confirmar isso. A atmosfera é diferente, depois das saídas do Bruno Henrique e do Elias, o olhar das pessoas começou a mudar. Parece que está mais real, todo mundo começou a entender... o enfoque é outro, a maneira de criticar, também, é mais dentro da realidade. Nas ruas também, as pessoas me criticavam, cobravam, agora mudou. Vamos seguindo, focado e tranquilo", afirmou o treinador.

"Trabalhamos bastante, aproveitamos bem, precisávamos consolidar algumas coisas do nosso jogo. Nem no que somos bons estávamos indo bem. Trabalhamos e fomos bom, retomamos o caminho que nos leva a bons resultados. Mas isso é preciso ser confirmado com vitória. Precisamos ganhar para ficar ali em cima, continuaremos na briga com os primeiros. Mas para isso é preciso confirmar nossa essência, característica de jogo que nós temos", completou.

Apesar de não temer mais o desmanche, o comandante precisará lidar com os desfalques de Danilo e Guilherme, lesionados, Fágner, que voltou da seleção com infecção, e Balbuena, que está suspenso. Romero, que estava na seleção paraguaia, ficará no banco.

Por isso, o time terá as presenças de Léo Príncipe e Vilson. Não à toa, há uma tensão entre os torcedores sobre como a zaga corintiana vai se comportar.

"Todos eles têm nível bom, são de alto nível. É um setor que não me preocupa. Mas precisamos ter uma equipe que saiba defender bem, estávamos deixando isso a desejar no nosso período de instabilidade. Conversamos, treinamos, vimos vídeos e fizemos correções. As respostas foram boas, já no jogo contra o Fluminense isso foi positivo. Na semana trabalhamos bem, aproveitamos a semana (sem jogos). A tendência é que a resposta no jogo seja positiva amanhã (quinta-feira)", finalizou.
 

Veja também