TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
pmcg revia negocios
Top Esporte

Atletas de 27 países disputam vagas para o nado sincronizado

02 março 2016 - 18h49Por Redação

Uma disputa por vagas olímpicas vai movimentar as piscinas do Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro, entre esta quarta-feira (2) e domingo (6), no Torneio de Qualificação do Nado Sincronizado. A competição é organizada pela Federação Internacional de Natação. O Brasil vai se apresentar sem competir por já ter vaga garantida para os jogos.

O torneio vai reunir atletas de 27 países em competições de dueto e equipe. Serão preenchidas até domingo três vagas para equipes e 16 de duetos. Além do Brasil, que ocupa a vaga das Américas, já estão classificados para a olimpíada na prova de dueto e equipe a Rússia, China, Austrália e Egito. Ucrânia, Japão e Canadá também se classificaram, mas para o dueto.

Apenas sete países têm chances de se classificar para a prova de equipes, enquanto 27 vão brigar pelas vagas de dueto. As apresentações de rotina livre do Brasil serão no fim de semana, às 12 horas de sábado e domingo. Além da equipe do Brasil, haverá uma apresentação do dueto Paineiras-Morumby e da equipe do Flamengo, antes das competições de rotinas livres para testar a bancada de juízes, o placar e o som.


Domínio Russo

No século XXI, a Rússia foi constante ao obter o primeiro lugar do pódio nas olimpíadas na modalidade. Em Londres, em 2012, a equipe russa conquistou as duas medalhas de ouro em jogo, enquanto Espanha e China se revezaram na segunda e terceira colocação no dueto e na equipe. Em 2008, o mesmo ocorreu: a Rússia foi a campeã nas provas de dueto e equipe, e a Espanha ficou com as duas medalhas de prata.

Em 2004, atrás dos russos, vieram os japoneses e os americanos, com a prata e o bronze das duas apresentações, e, em 2000, a Rússia também foi a vencedora das duas medalhas de ouro. A última vitória de outro país foi em 1996, em Atlanta, quando a equipe americana venceu a prova, e a Rússia não ganhou medalha. Naquela época, ainda não havia prova de dueto nos jogos.