TCE JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Top Esporte

Bellucci tenta surpreender Nishikori na estreia do Rio Open

Brasileiro encara de novo um primeiro cabeça de chave na estreia do torneio: desta vez o japonês número 5 do mundo. Segundo dia é recheado de jogos interessantes no complemento da primeira rodada

21 fevereiro 2017 - 10h14Por Globo Esporte

O segundo dia do Rio Open chama atenção pela quantidade de jogos atraentes. Nesta terça-feira, a primeira rodada se define com a estreia do primeiro cabeça de chave Kei Nishikori contra Thomaz Bellucci, no jogo mais aguardado do dia pela torcida brasileira, que terá transmissão ao vivo do SporTV e tempo real do GloboEsporte.com a partir das 19h.

Tem mais. Segundo favorito, Dominic Thiem enfrenta Janko Tipsarevic. Ainda jogam Alexandr Dolgopolov x David Ferrer, Tommy Robredo x Fabio Fognini e os brasileiros: Thiago Monteiro contra Gastão Elias, e João "Feijão" Souza diante de Pablo Carreno Busta.

Quinto do mundo, Nishikori foi vice-campeão em Buenos Aires no último fim de semana, perdendo para Dolgopolov. O japonês busca no saibro carioca o fim do jejum de títulos no circuito que completa um ano este mês. Ele garantiu que o desgaste na Argentina não atrapalhará o seu desempenho no Jockey Club Brasileiro.

- Eu espero outra dura batalha. Estou um pouco cansado, mas me sentindo muito bem fisicamente. Bellucci é um bom jogador, está jogando em casa e sei que a estreia será difícil - disse Nishikori.

Para surpreender, o melhor tenista brasileiro (75º do ranking) espera contar com o apoio da torcida, assim como foi na Olimpíada, e explorar o fato de jogar em seu piso favorito e no que o adversário menos gosta. Bellucci e Nishikori se enfrentaram duas vezes. Há dez anos no Challenger de Bogotá, com vitória do brasileiro, e em Roland Garros de 2015, com o asiático vencendo.

Bellucci terá a dura missão de avançar da primeira rodada depois de dois anos perdendo na estreia para Dolgopolov, ano passado, e Rafael Nadal, em 2015, então primeiro cabeça de chave. Na primeira edição do Rio Open o brasileiro caiu para David Ferrer nas quartas de final.

- Não é a melhor primeira rodada. Nos últimos anos venho dando azar. Mas é um torneio que tem grandes nomes, independente se o cara é cabeça é um jogo difícil. Ele está na final em Buenos Aires, mas o saibro é o pior piso dele. Se fosse em quadra dura ele teria mais vantagem. Jogo em casa, num piso que gosto, e talvez seja uma boa oportunidade para surpreender na primeira rodada - disse o brasileiro.

A programação começa às 16h30 com Thiago Monteiro (85º) pegando o português Gastão Elias (86º) na quadra central. No ano passado, o cearense surpreendeu o então número 9 do mundo Jo-Wilfried Tsonga na esteia. Na mesma hora, na quadra 1, o espanhol Tommy Robredo (471º), se recuperando de cirurgia no ombro direito, e o italiano Fabio Fognini (45º) repetem a estreia do ATP de Buenos Aires, quando Robredo avançou, mas caiu em seguida para Monteiro. Na sequência, na mesma quadra 1, Feijão (131º) terá pela frente o espanhol Busta (24º), cabeça de chave número quatro do torneio.

Fechando a noite, mais dois jogos interessantes em se tratando de primeira rodada. O número 8 do mundo Thiem enfrenta o sérvio Tipsarevic (96º). O campeão na Argentina Dolgopolov (50º) terá pela frente David Ferrer, vencedor do Rio Open em 2015, mas que vem caindo de produção e deixou o top 10 ano passado - atualmente é o 29º do ranking.

Outros jogos:

Albert Ramos-Vinolas (ESP) x Stephane Robert (FRA), às 17h

Paolo Lorenzi (ITA) x Federico Delbonis (ARG), às 17h

Em seguida:

Carlos Berlocq (ARG) x Horacio Zeballos (ARG)

Guido Pella (ARG) x Gerald Melzer (AUT)