(67) 99826-0686
Camara Maio

Carmelo e Porzingis comandam virada dos Knicks contra Nets no duelo de NY

O resultado no clássico de Nova York fez os Knicks (3 vitórias e 4 derrotas) passarem o adversário (3-5) na tabela de classificação

10 NOV 2016
Globo Esporte
08h17min
Foto: Getty Images

Com bons desempenhos de Carmelo Anthony e Kristaps Porzingis, o New York Knicks venceu o Brooklyn Nets de virada, por 110 a 96, nesta quarta-feira à noite, no Madison Square Garden. O resultado no clássico de Nova York fez os Knicks (3 vitórias e 4 derrotas) passarem o adversário (3-5) na tabela de classificação.

Os Nets começaram a partida mais ligados, com maior eficiência nos arremessos e foram para o intervalo com vantagem de 55  50. No entanto, Carmelo Anthony, que tinha apenas seis pontos na primeira metade do jogo, acordou em quadra no terceiro período e comandou a reação dos Knicks, que viraram o duelo. Carmelo terminou como cestinha, com 22 pontos, além de sete rebotes. O jovem letão Porzingis também se destacou, com 21 pontos, sendo quatro bolas convertidas de três pontos, e mais oito rebotes.

No  Brooklyn, Brook Lopez e Justin Hamilton foram bem, com 21 pontos marcados cada um, mas a equipe não conseguiu resistir à evolução do adversário dentro do jogo. 

Campanhas:
Knicks: 3 vitórias, 4 derrotas (10º do Leste)
Nets: 3 vitória, 5 derrotas (12º do Leste)

Próximos jogos:
Knicks: sexta (11/11), contra os Celtics, em Boston
Nets: sábado (12/11), contra os Suns, em Phoenix

NA PRORROGAÇÃO, 76ERS PERDEM MAIS UMA

Pior equipe da temporada passada da NBA, o Philadelphia 76ers chegou muito perto de sua primeira vitória na edição 2016/2017 da liga americana de basquete nesta quarta, mas acumulou sua sétima derrota ao perder para o Indiana Pacers, por 122 a 115, na prorrogação.

Jogando fora de casa, os 76ers foram para o intervalo ganhando por 60 a 54 em um duelo bastante equilibrado, depois chegaram a ter a vantagem no placar também no período quarto, mas o tempo normal terminou empatado em 109 a 109, depois de Jahlil Okafor errou o último arremesso. Na prorrogação, os Pacers conseguiram se impôr e venceram com um total de 30 pontos de Jeff Teague e 28 pontos de Paul George.

Com o resultado, o Philadelphia (0-7) e o New Orleans Pelicans, que hoje tem oito derrotas e nenhuma vitória, são as duas únicas franquias zeradas até agora na competição.

Campanhas:
Pacers: 4 vitórias, 4 derrotas (8º do Leste)
76ers: 0 vitória, 7 derrotas (15º do Leste)

Próximos jogos:
Pacers: sexta (11/11), contra os 76ers, na Filadélfia
76ers: sexta (11/11), contra os Pacers, na Filadélfia

WIZARDS CONSEGUEM A 2ª VITÓRIA

Com um início de jogo arrasador e aproveitando o péssimo começo do adversário, o Washington Wizards bateu o Boston Celtics, por 118 a 93, em casa, e conseguiu a sua segunda vitória em sete jogos disputados. Otto Porter Jr., que terminou com um duplo-duplo, com 34 pontos e 14 rebotes, foi decisivo para o resultado positivo dos Wizards.

Logo no primeiro quarto da partida, o Washington conseguiu abrir uma grande diferença no placar, fazendo 34 a 8. Apesar da tentativa de recuperação e dos 23 pontos e dez assistências de Isaiah Thomas, os Celtics sofreram a quarta derrota na temporada. 

Campanhas:
Wizards: 2 vitórias, 5 derrotas (do Leste)
Celtics: 3 vitórias, 4 derrotas (do Leste)

Próximos jogos:
Wizards: sexta (11/11), contra os Cavaliers, em Washington
Celtics: sexta (11/11), contra os Knicks, em Boston


HORNETS IGUALAM CAVS COM MELHOR CAMPANHA

O Charlotte Hornets segue surpreendendo neste início de temporada e igualou o Cleveland Cavaliers com a melhor campanha até aqui, com seus vitórias e apenas uma derrota, chegando à liderança da Conferência Leste. Nesta quarta, os Hornets venceram o Utah Jazz, por 104 a 98, em casa.

Kemba Walker foi o principal jogador do Charlotte, com 21 pontos, mas Marvin Williams também foi bem com 19 pontos. O cestinha da noite foi Gordon Hayward, do Jazz, com 29 pontos. O brasileiro Raulzinho mais uma vez não teve oportunidade de entrar em quadra pela equipe de Utah.

Campanhas:
Hornets: 6 vitórias, 1 derrota (1º do Leste)
Jazz: 5 vitória, 4 derrotas (7º do Oeste)

Próximos jogos:
Hornets: sexta (11/11), contra os Raptors, em Charlotte
Jazz: sexta (11/11), contra o Magic, em Orlando


WOLVES BATEM MAGIC

Com 37 pontos de Zach LaVine, o Minnesota Timberwolves venceu o Orlando Magic, por 123 a 107, no Amway Center, na Flórida. Mesmo atuando fora de casa, os Wolves demonstraram ampla superioridade durante todo o confronto e conseguiram a segunda vitória em sete jogos disputados.

Andew Wiggins, com 29 pontos, também teve bom desempenho pelo Minnesota. Do outro lado, o pivô Nikola Vucevik, com 24 pontos e 14 rebotes, se esforçou, mas não pôde evitar a quinta derrota do Orlando.

Campanhas:
Magic: 3 vitórias, 5 derrotas (11º do Leste)
Timberwolves: 2 vitórias, 5 derrotas (13º do Oeste)

Próximos jogos:
Magic: sexta (11/11), contra o Jazz, em Orlando
Timberwolves: sábado (12/11), contra os Clippers, em Minneapolis

EMBALADOS, HAWKS VENCEM BULLS

Um dia depois de acabar com a invencibilidade do Cleveland Cavaliers, o Atlanta Hawks mostrou força novamente e ganhou do Chicago Bulls, por 115 a 107, em casa na Philips Arena. Esta foi a sexta vitória em seis partidas disputadas pela equipe de Atlanta.

Os Hawks contaram com um ótima performance coletiva do time, que teve dois atletas conseguindo terminar com duplo-duplo. Dwight Howard fez 18 pontos e pegou dez rebotes, enquanto Paul Milsap teve 16 pontos e 11 rebotes. No Chicago, nem os 39 pontos de Jimmy Butler e os 25 pontos de Dwyane Wade foram suficientes para evitar a quarta derrota da equipe em oito jogos.

Campanhas:
Hawks: 6 vitórias, 2 derrotas (3º do Leste)
Bulls: 4 vitórias, 4 derrotas (7º do Leste)

Próximos jogos:
Hawks: sábado (12/11), contra os 76ers, em Atlanta
Bulls: quinta (10/11), contra o Heat, em Miami

 

Veja também