TCE MAIO
(67) 99826-0686

Após torcedores peruanos imitarem macacos quando jogador negro pegava a bola, Real Garcilaso poderá

Custou caro

15 FEV 2014
Schimene Weber
13h40min
Foto: Reprodução/Super Esportes

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) , José Maria Marin, vai pedir oficialmente a eliminação do Real Garcilaso da Libertadores, após o triste episódio envolvendo o jogador Tinga, do Cruzeiro.

Conforme as informações, o documento será enviado ao presidente na Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Eugênio Figueredo, e ao Tribunal Disciplinar da entidade.

Polêmica - Na última quarta-feira (12), o time mineiro foi até Huancayo enfrentar o Real Garcilaso, mas muito diferente do que era esperado por grande parte dos torcedores que foram ao estádio comemorar, o cenário foi triste e repugnante.

Os torcedores do time peruano fizeram gestos e sons imitando macacos todas as vezes em que o jogador Tinga tocava na bola. O jogador entrou em campo aos 20 minutos do segundo tempo e foi vítima do ato escancaradamente preconceituoso.

Na última sexta-feira (14), por conta das inúmeras denúncias e manifestações nas redes sociais por parte do Cruzeiro, de diversos jogadores e populares, a Conmebol abriu uma investigação. Se comprovada a existência das ofensas, o Real será julgado pelo Tribunal Disciplinar em data ainda não definida.

As punições possíveis vão de multa à exclusão da competição.

Veja também