Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
MS DIGITAL - COMPET
Top Esporte

Doping: 6 atletas perdem medalha dos Jogos de Pequim após novos testes

Três atletas do levantamento de peso, dois da luta olímpica e uma do atletismo perderam suas medalhas

26 outubro 2016 - 17h23Por Globo Esporte

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta quarta-feira a desclassificação de mais nove atletas que usaram substâncias proibidas nos Jogos de Pequim, em 2008, sendo seis medalhistas. O material coletado para exame antidoping na ocasião foi novamente analisado para detectar uma possível substância proibida. Três atletas do levantamento de peso, dois da luta olímpica e uma do atletismo perderam suas medalhas.

Quatro atletas testaram positivo para a substância proibida turinabol. Dois da luta olímpica: Soslan Tigiev, do Uzbequistão, prata na categoria até 74kg e Taimuraz Tigiyev, do Cazaquistão, prata na categoria até 96kg; a russa Ekaterina Volkova, bronze dos 3.000 metros com obstáculos do atletismo; e a ucraniana Olha Korobka, prata no levantamento de peso até 75kg. 

Dois atletas de Belarus perderam suas medalhas no levantamento de peso por uso de turinabol e stanozolol: Nastassia Novikava, bronze na categoria até 53kg, e Andrei Rybakou, prata na categoria até 85kg.    

Outros três atletas usaram substâncias proibidas, mas não conseguiram subir ao pódio na China. Sardar Hasanov, do Azerbaijão, do levantamento de peso, não finalizou a sua participação, mas seu exame também detectou turinabol. Wilfredo Martinez, de Cuba, foi quinto colocado no salto em distância e foi desclassificado por uso de acetazolamide. A espanhola Josephine Onyia terminou os 100m com barreiras do atletismo na nona colocação - parou na semifinal - e foi desclassificada por ter tomado a substância methylhexanamine. 
Desde agosto de 2015 o COI vem analisando novamente o material de atletas que disputaram os Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012. Dessa forma é possível detectar substâncias que não apareciam nos exames na ocasião. 

Leia Também

Carla foi esfaqueada e sofreu violência sexual antes de ser deixada na rua de casa
Polícia
Carla foi esfaqueada e sofreu violência sexual antes de ser deixada na rua de casa
Desrespeito ao toque de recolher é estupidez, irresponsabilidade e ato criminoso, desabafa Marquinhos
Cidade Morena
Desrespeito ao toque de recolher é estupidez, irresponsabilidade e ato criminoso, desabafa Marquinhos
MAIS DA METADE: 5.736 pessoas já se curaram da Covid em MS
Saúde
MAIS DA METADE: 5.736 pessoas já se curaram da Covid em MS
Decretos são importantes, mas comportamento social é decisivo no combate a covid, garante prefeito
Cidade Morena
Decretos são importantes, mas comportamento social é decisivo no combate a covid, garante prefeito