Menu
domingo, 09 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Não é apenas um joguinho

Equipe profissional de e-sports de MS sonha com apoio e vaga na elite do Free Fire

Com um público muito grande e estando a um passo da elite, expectativa da equipe é conseguir patrocinadores e apoiadores em breve

01 maio 2021 - 15h15Por Vinicius Costa

Com um ano de criação e aproveitando a pandemia para dar oportunidade a novos jogadores, a Jaguars, equipe profissional de e-sports de Mato Grosso do Sul, sonha com a possibilidade de contar com patrocinadores e apoiadores para ingressar na Liga Nacional de Free Fire.

O time sul-mato-grossense, atualmente com 40 jogadores entre diversos jogos eletrônicos, está a um passo do acesso e disputa o campeonato da liga inferior no mês de junho.

O cenário ainda está em crescimento, mas já conta com um público muito grande nas redes sociais. A Jaguars, por exemplo, conta com mais de 130 mil seguidores no Instagram e agora quer mais, mas precisa de apoio.

"Estamos buscando qualquer tipo de ajuda, é um cenário que está em ascensão, mas que ainda tem muito a crescer. Estamos com muitos gastos, então estamos abertos a parcerias e patrocínios. Qualquer tipo de patrocínio para nossa camisa e nossas redes sociais seria algo sensacional", diz Kris Klutcnikas, CEO da equipe.

Ao TopMídiaNews, a organizadora conta que espera chegar na elite nacional logo de cara e que deve inaugurar uma casa gamer no próximo mês. "Muita gente não conhece, ou acha que é apenas um joguinho, mas na realidade é um cenário que está mudando muitas vidas".

Expectativa a milhão

Contando com uma quase torcida organizada após a classificação para a segunda divisão da liga nacional de Free Fire, Kris Klutcnikas mostra que o caminho trilhado está rendendo frutos positivos e espera levar o nome do time, assim como o nome de Mato Grosso do Sul, para a elite nacional.

"Estamos muito confiantes, acreditamos que estamos fazendo o planejamento certo. Estamos muito focados em fazer todo esse trabalho dar certo e levar o nome não só da nossa organização, mas do nosso Mato Grosso do Sul".

Kris conta que é difícil manter a calma nesses últimos meses que antecede o campeonato. Contudo, a organizadora explica que a equipe está focada nos treinamentos e se beneficia de um suporte de alto nível para manter a cabeça no lugar e principalmente não deixar afetar o psicológico.

"Estamos com um coach específico para treinar jogadas e com ajuda psicológica para conter a ansiedade, porém mesmo tentando conter, é difícil. Eles são jovens e tem um jogador de apenas 16 anos, ou seja, essa parte de saúde mental e de não deixar a ansiedade dominar o jogo é muito importante".

Futura peneira

A equipe é de Mato Grosso do Sul, mas, por enquanto, só conta com três envolvidos que são da terra pantaneira: Kris Klutcnikas, CEO da organização; Luany Stefany Teles, criadora da equipe, e um jogador.

Uma das intenções da Jaguars é realizar uma peneira quando a pandemia for controlada para recrutar mais jogadores do estado que estão escondidos e ter uma identidade mais sul-mato-grossense.

"O restante dos players são jogadores espalhados pelo Brasil. Por isso nossa principal meta é fazer essa peneira somente no MS para buscarmos jogadores daqui. Através de divulgação já conseguimos chamar alguns players daqui para a peneira", completa Kris.

Atualmente com maior destaque para o Free Fire, a equipe da Jaguars também conta com equipes no PUBG Mobile e PES Mobile. A ideia, mesmo que no papel, é expandir os ares para o Counter-Strike e League Of Legends em breve.