(67) 99826-0686
PMCG - SLOGAN 17/06 A 30/06

Ferguson aponta chance de lutar nos penas e diz querer enfrentar Aldo

Número 2 no ranking dos leves do UFC, lutador não refuta possibilidade de lutar na categoria de baixo, que tem brasileiro como campeão, e até entre os meio-médios

6 DEZ 2016
Globo Esporte
12h14min
Foto: Getty Images

Número 2 do ranking dos leves no UFC, o americano Tony Ferguson não está disposto a ficar esperando por uma chance de disputar o cinturão da categoria, hoje com Conor McGregor. Para isso, está inclusive disposto a lutar em outra divisão, como a dos penas, e não refuta a possibilidade de enfrentar o brasileiro José Aldo no cage. Ao mesmo tempo, disse aceitar enfrentar Khabib Nurmagomedov a partir de março, tempo solicitado pelo adversário número 1 dos leves.

- O cinturão é biscoito extra no topo do bolo, mas não é realmente algo em que estou focado. Uma vez que eu perder o foco é quando vou cair. Sinto como tenho chegado a este lugar e mereço tudo o que vem, que é esse cinturão. Mas estou procurando o ranking peso-por-peso para ser o melhor no mundo – afirmou o lutador à “Fox Sports”.

Se McGregor e o título dos leves não estão disponíveis hoje, Ferguson se mostrou interessado em outras possibilidades, como descer para os penas ou subir para os meio-médios. Ele mostrou desejo em enfrentar com o atual campeão dos penas, o brasileiro José Aldo.

- Talvez (José) Aldo. Ir para 145 (libras, no peso-pena), ver o que está lá. Nas 155 (libras, nos leves) é muito divertido, talvez até nas 170 (libras, ou 77,1kg). Estou apenas pensando no meu peso agora, minha esposa me falou sobre isso porque estava ficando meio pesado. Se eu pisar na balança agora mesmo vai mostrar 185 libras (83,9kg)".

A julgar pelo seu peso atual, Ferguson parece ser um candidato improvável para perder 18 quilos e atingir o limite do peso-pena, mas ele ressalta que este desafio é parte da sua diversão.

- Posso fazer isso, sou um lutador, tenho feito isso há muito tempo, estou realmente focado. Seria muito divertido me testar nas 145 libras, me testar mentalmente também. Gosto de empurrar o meu corpo para as extremidade para passar as barreiras de resistência mental. Então, lutando em 145, isso seria ótimo. Se Kenny Florian (ex-lutador) pode fazer isso, eu posso fazer. Acho que iria representar uma grande ameaça nos penas - disse Ferguson.

O mais provável, no entanto, é que Ferguson enfrente Nurmagomedov enquanto Conor tira um período sabático até que o filho nasça, o que deve acontecer em maio de 2017.

 

Veja também