(67) 99826-0686
Camara Maio

Garoto da base da Portuguesa é achado morto em piscina do Canindé

De acordo com o técnico do time sub-17 da Portuguesa, Carlos Miranda, Lucas se queixou de dor de cabeça após banho de piscina durante a confraternização

20 OUT 2016
Globo Esporte
15h36min
Foto: Reprodução/Globo News

Lucas Jesus dos Santos, de 16 anos, foi encontrado morto na piscina da Portuguesa na manhã desta quinta-feira. Ele era jogador das categorias de base do time do Canindé. 

O caso está em apuração pelo 12º DP, do Pari, na Zona Norte de São Paulo, com a delegada Marli Mauricio Tavares. 

Investigadores da Polícia estão na sede social da Portuguesa, que fica ao lado do estádio do Canindé, para analisar o local e fazer uma perícia. 
Na última quarta-feira, houve uma festa no clube para os jogadores do sub-17 da Lusa comemorem uma vitória sobre o Água Santa. A celebração começou na hora do almoço e se alongou por toda a noite. 

De acordo com o técnico do time sub-17 da Portuguesa, Carlos Miranda, Lucas se queixou de dor de cabeça após banho de piscina durante a confraternização. Ele teria sido retirado da piscina por amigos. Porém, não se sabe ainda como ele voltou a mergulhar. Familiares de Lucas chegaram ao Canindé por volta das 14 horas. A namorada do jogador, Aline Rosenda, disse que ele não sabia nadar. 

Fotos feitas no local pela Polícia Civil mostram a área de churrasqueiras do clube, a piscina perto do local da festa e lixeiras com latas de cerveja. Amigo da família de Lucas, Kleber Eusébio prestou depoimento sobre a confraternização e desmentiu que houve consumo de álcool.

Segundo ele, como o clube está em péssimas condições de administração, as lixeiras não têm sido esvaziadas. E as latas presentes ali nas fotos eram de outra festa. Kleber disse ainda que as famílias dos jogadores e técnicos responsáveis pelos garotos estavam na festa também.

A diretoria da Portuguesa emitiu uma nota  para comentar a morte do garoto:

"A  Associação Portuguesa de Desportos vem a público lamentar a morte do atleta Lucas Jesus dos Santos, que defendia atualmente a equipe sub 17. O Clube está empenhado neste momento em colaborar com as autoridades policiais para a investigação e elucidação dos fatos e também prestará todo o apoio necessário aos seus familiares".

 

Veja também