TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Top Esporte

Hamilton tem 100% de aproveitamento e larga na frente no GP da Itália

05 setembro 2015 - 10h49Por Uol

Com 100% de aproveitamento após liderar todas as sessões disputadas até aqui, Lewis Hamilton vai largar na pole position do GP da Itália. O inglês superou o companheiro Nico Rosberg pela 11º vez em 12 provas e se colocou em boa posição para defender a vantagem de 28 pontos na temporada. O alemão, com motor defasado em relação ao líder do campeonato, teve de se contentar com o quarto lugar.

Kimi Raikkonen colocou a Ferrari em segundo, seguido do companheiro Sebastian Vettel. Entre os brasileiros, Felipe Massa foi o quinto, logo à frente de Valtteri Bottas, e Felipe Nasr novamente foi superado pelo companheiro Marcus Ericsson, ficando na 12ª colocação.


Q1

O treino começou com uma má notícia para Rosberg, que teve de reverter seu motor para a especificação anterior devido a uma anomalia observada no terceiro treino livre. Enquanto isso, Hamilton seguiu com a nova unidade de potência, que estreou neste final de semana, apenas com a equipe de fábrica da Mercedes.

Após as primeiras tentativas do Q1, Hamilton colocou 0s3 em Rosberg, com Bottas aparecendo em terceiro e Massa, em quinto, mesclando as Ferrari de Vettel (quarto) e Raikkonen (sexto). Já Nasr se colocou em 13º, enquanto Verstappen e Ricciardo, com problemas ainda não tinham entrado na pista. O holandês acabou entrando apenas para checar os sistemas, mas perdeu a carenagem ainda na terceira curva.

Os pilotos ainda voltariam ao circuito com os pneus macios. Raikkonen pulou para terceiro e as Force India se colocaram em quarto e quinto, superando as Williams. Na ponta de baixo da tabela, acabaram eliminadas as McLaren de Button e Alonso e as Manor de Stevens e Merhi, além de Verstappen.


Q2

Os torcedores da Ferrari ficaram animados após a primeira tentativa do Q2, quando Raikkonen e Vettel se colocaram em segundo e terceiro, superando Rosberg, mas não Hamilton. Massa e Bottas fizeram o quinto e sexto tempos provisórios, enquanto Nasr fez o 11º.

A Red Bull de Daniel Ricciardo sequer participou da segunda parte do treino. Daniil Kvyat e Carlos Sainz, que serão punidos por trocas de motores, ficaram com os piores tempos da sessão.

Nas segundas tentativas, decisivas para os pilotos que estavam embolados perto da décima posição, Nasr travou o pneu na freada da segunda variante e não conseguiu melhorar seu tempo, ficando em 12º no grid, enquanto o companheiro Marcus Ericsson entrou no top 10. Pastor Maldonado, 11º, também ficou de fora da parte final do treino.

Q3

Nas primeiras tentativas da parte final, Rosberg não foi bem e fez apenas o quinto tempo, atrás de Hamilton, Vettel, Raikkonen e Massa. Na volta para os boxes, Hulkenberg perdeu potência em sua Force India e causou uma bandeira amarela bem na entrada do pit lane, atrasando o retorno dos demais à pista.

Nas segundas voltas rápidas, nem todos os pilotos conseguiram melhorar. Melhor para Raikkonen, que superou Vettel e ficou com o segundo lugar no grid. Massa, que andara na frente de Bottas pela maior parte do treino classificatório, confirmou a posição à frente do companheiro, mas não fez o suficiente para superar Rosberg, que pulou de quinto para quarto. Perez, Grosjean, Hulkenberg e Ericsson completaram o top 10.