(67) 99826-0686

LeBron e Kyrie lideram, Cavs superam os Wizards fora e voltam a vencer

Dupla aparece nos momentos cruciais e comanda triunfo em Washington por 105 a 94, em noite de nova marca histórica de James; Philadelphia 76ers vence a primeira

12 NOV 2016
Globo Esporte
13h55min
Foto: Getty Images

Quando LeBron James e Kyrie Irving estão inspirados, é difícil os Cavaliers saírem de quadra derrotados. Um exemplo foi o que aconteceu na noite desta sexta-feira, em Washington, no confronto com os Wizards. Os donos da casa até pressionaram em alguns momentos, mas sempre que a situação apertava, a dupla infernal aparecia para tranquilizar para os visitantes. No fim, vitória por 105 a 94 do Cleveland, que se reabilitou do revés para o Atlanta Hawks na última terça-feira.

Com o resultado, os Cavaliers chegaram a sete vitórias e apenas uma derrota na temporada, mantendo a liderança isolada da Conferência Leste. Mas a vantagem dos atuais campeões, por enquanto, não é muito grande. Logo na sequência, estão Toronto Raptors, Charlotte Hornets e Atlanta Hawks, com seis vitórias e duas derrotas cada.

Chamando a responsabilidade nos momentos cruciais da partida, Kyrie e LeBron foram os cestinhas dos Cavs. O armador anotou 29 pontos, enquanto o ala terminou com um duplo-duplo de 27 pontos e 10 rebotes. James ainda alcançou mais uma marca histórica: superou a barreira dos 27.000 pontos na NBA. Aos 31 anos e 317 dias, LeBron superou Kobe Bryant (32 anos e 160 dias) e se tornou o mais jovem a alcançar o feito.

Pelo lado dos Wizards, John Wall fez excelente primeiro tempo, quando anotou 23 pontos e foi responsável por manter o jogo equilibrado. No entanto, o armador desapareceu nos dois últimos períodos, reduzindo consideravelmente as chances de vitória do time da casa. O armador ainda foi o cestinha do time de Washington com 28 pontos, seguido de Markieff Morris, que anotou 20.

Com a ausência de Bradley Beal, fora por lesão muscular na coxa, John Wall tomou conta do ataque dos Wizards no início do jogo. Abusando da velocidade nos contra-ataques e da displicência frequente da defesa dos Cavs, o armador anotou 23 pontos em dois quartos e foi responsável pelo domínio dos donos da casa em quase toda a primeira metade do jogo. 

No entanto, no duelo de talentos individuais, a vantagem era dos Cavs. O Washington batalhou bastante para se manter na frente e abrir vantagem, que chegou a ser de 12 pontos durante o segundo quarto. Mas quando LeBron James e Kyrie Irving resolveram chamar a responsabilidade, a diferença desapareceu em poucos minutos. Assim, o Cleveland, que estava atrás desde o início do primeiro período, assumiu a liderança e foi para os vestiários vencendo por 58 a 56.

John Wall pareceu ter queimado todo o combustível no primeiro tempo. Na volta para o terceiro período, o armador perdeu lance livre, chutou "air ball" e passou toda a parcial zerado. Os Wizards só não viram os Cavs deslancharem graças a Markieff Morris. Com o jogo sob controle, LeBron e Kyrie passaram a distribuir mais a bola e o coletivo do Cleveland começou a aparecer. Destaques para J.R. Smith e Kevin Love, com seus arremessos precisos de três: 84 a 75 para os visitantes ao fim do terceiro quarto.

Mesmo com Wall ainda apagado no último período, os Wizards esboçaram uma reação, cortando a desvantagem para apenas cinco pontos (90/85). Mas novamente a dupla dos Cavaliers colocou a bola debaixo do braço. LeBron e Kyrie anotaram os 13 pontos seguintes do time visitante e encaminharam a vitória por 105 a 94.

Campanhas
Wizards: 2v, 6d (14º do Leste)
Cavs: 7v, 1d (1º do Leste)

Próximos jogos
Wizards: contra os Bulls, no sábado, em Chicago
Cavs: contra os Hornets, no domingo, em Cleveland

Em duelo direito da parte de cima da tabela do Leste, os Raptors colocaram fim na boa sequência de quatro vitórias dos Hornets. Jogando em Charlotte, o time canadense contou com 34 pontos de DeMar DeRozan para conquistar o triunfo apertado por 113 a 111, ofuscando os 40 pontos de Kemba Walker para o time da casa.

O brasileiro Lucas Bebê manteve o bom aproveitamento que vem tendo com os Raptors neste início de temporada, contribuindo com quase um duplo-duplo: 10 pontos e sete rebotes em 27 minutos de quadra.

Campanhas
Hornets: 6v, 2d (3º do Leste)
Raptors: 6v, 2d (2º do Leste)

Próximos jogos
Hornets: contra os Cavs, no domingo, em Cleveland
Raptors: contra os Knicks, no sábado, em Toronto

SIXERS VENCEM A PRIMEIRA

Foi sofrido, mas finalmente os torcedores dos Sixers puderam comemorar a primeira vitória na temporada. Jogando na Philadelphia, o time reagiu ao começo ruim, equilibrou o duelo com Indiana Pacers e triunfou na prorrogação: 109 a 105, após empate em 100 a 100 no tempo normal.

O pivô camaronês foi mais uma vez o principal nome dos 76ers, com 25 pontos anotados. O resultado, no entanto, ainda não tira os Sixers da lanterna da Conferência Leste, com sete derrotas em oito jogos.

Campanhas
Sixers: 1v, 7d (15º do Leste)
Pacers: 4v, 5d (9º do Leste)

Próximos jogos
Sixers: contra os Hawks, no sábado, em Atlanta
Pacers: contra os Celtics, no sábado, em Indianapolis

JAZZ VENCE MAIS UMA

O Utah Jazz conquistou mais uma vitória na boa passagem pela costa leste americana. Foi o terceiro triunfo em quatro partidas seguidas fora de casa. A vítima da vez foi o Orlando Magic, que chegou a liderar o placar no terceiro período, mas não resistiu ao bom momento da equipe do Oeste e caiu em casa por 87 a 74.

Gordon Hayward anotou 20 pontos e foi o principal destaque do Jazz, que contou ainda com 18 pontos de Derrick Favors. O brasileiro Raulzinho, que perdeu bastante espaço esta temporada, mais uma vez ficou apenas no banco por opção do técnico Quin Snyder.

Campanhas
Magic: 3v, 6d (12º do Leste)
Jazz: 6v, 4d (6º do Oeste)

Próximos jogos
Magic: contra o Thunder, no domingo, em Oklahoma City
Jazz: contra o Heat, no sábado, em Miami

Veja também