Menu
Busca terça, 12 de novembro de 2019
Top Esporte

Miesha Tate perde para Pennington e se aposenta: 'Não dá mais para mim'

Após atuação irreconhecível, ex-campeã "pendura as luvas": 'É a hora do futuro'

13 novembro 2016 - 09h31Por Globo Esporte

Miesha Tate se aposentou com derrota. A ex-campeã dos galos do Ultimate caiu diante de Raquel Pennington por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27) no UFC 205, em Nova York, nesta sábado, e anunciou sua aposentadoria do esporte, após atuação abaixo da média.

Miesha começou mirando a linha de cintura de Pennington, enquanto a adversária apostava nos jabs no rosto. Raquel logo encontrou a distância, e começou a magoar Tate, que recorreu à luta agarrada. A ex-campeã foi para o "single leg" e quase acabou surpreendida por uma guilhotina. Miesha apoiou os pés na grade e fez um malabarismo para evitar a finalização.

Pennington iniciou o segundo assalto dominando o centro do octógono e desferindo bons socos retos. Tate tentava se aproximar, mas Raquel a rechaçava com golpes frontais. Na terceira parcial, a luta foi para o solo e Miesha caiu por baixo, próxima à grade, ficando em situação muito desfavorável. Pennington amassou a ex-campeã, que nada podia fazer. Ela chegou a esboçar uma chave de calcanhar, mas não teve êxito. Logo após o soar da buzina, Miesha, que àquela altura já reconhecia a derrota, deu um beijo na testa de Raquel, a quem comandou no TUF 18. Na entrevista pós-luta, a veterana do MMA anunciou sua aposentadoria.

- Já estou nisso há muito tempo, meu corpo foi muito punido. Não dá mais para mim. Vou amar esse esporte para sempre, mas não é mais minha hora. É a hora do futuro - disse Miesha.

Tate tem 25 lutas no cartel, sendo 18 vitórias e sete derrotas. Conhecida pela rivalidade com Ronda Rousey, a "Cupcake" fez dois combates com "Rowdy" e perdeu ambos. Miesha ostentou os cinturões do UFC e do Strikeforce.

UFC 205

12 de novembro, em Nova York (EUA)

CARD PRINCIPAL

Conor McGregor venceu Eddie Alvarez por nocaute aos 3m04s do R2

Tyron Woodley x Stephen Thompson foi declarada empate majoritário (47-47, 47-47 e 48-47)

Joanna Jedrzejczyk venceu Karolina Kowalkiewicz por decisão unânime (triplo 49-46)

Yoel Romero venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 24s do R3

CARD PRELIMINAR

Frankie Edgar venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Khabib Nurmagomedov venceu Michael Johnson por finalização aos 2m31s do R3

Tim Boetsch venceu Rafael Natal por nocaute técnico aos 3m22s do R1

Vicente Luque venceu Belal Muhammad por nocaute aos 1m19s do R1

Jim Miller venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 29-28 e 30-27)

Liz Carmouche venceu Katlyn Chookagian por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)