TCE Novembro
Menu
segunda, 29 de novembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Top Esporte

Pacotão do Galo: 1º pênalti perdido por Pratto, buracos e placar sem gol

18 abril 2016 - 07h29Por Globo Esporte

No jogo em que o Atlético-MG fez valer a vantagem de jogar pelo empate para ficar mais perto da decisão do Campeonato Mineiro, o argentino Lucas Pratto anotou um capítulo ruim na carreira: pela primeira vez, desperdiçou uma cobrança de pênalti. Antes de a bola rolar, o assunto, no entanto, foi a péssima condição do gramado, todo esburacado. Quando ela rolou, foi a vez do placar querer ser protagonista. Quando a partida já estava 1 a 1, ele não mostrava gol de nenhuma das duas equipes. Enquanto isso, Robinho assistia a tudo do banco. De lá, viu o tombo de Léo Silva, que caiu com a cara no chão.


ESBURACADO

Parecia um queijo suíço: todo esburacado. O gramado do estádio Bernardo Rubinger precisou ser "maquiado" antes de a bola rolar domingo para URT x Atlético-MG. Buracos fundos, rasos, largos, cobertos de areia... Funcionários entraram em campo antes dos jogadores para colorir as falhas de verde.

 

ROBINHO NO BANCO

Principal estrela do Atlético-MG, Robinho começou a partida contra a URT no banco de reservas. Mas entrou no segundo tempo no lugar de Cazares. O técnico Diego Aguirre justificou dizendo que era uma opção para a etapa complementar, assim como Dátolo, para ajudar o Galo a vencer. Não deu certo... 

 

FALHA E GOL

Depois do contra-ataque bem puxado por Balotelli, Marcos Rocha vacilou ao cortar errado. O atacante da URT imprimiu velocidade, fugiu da marcação de Rafael Carioca e tocou no cantinho de Victor para abrir o placar para o time da casa. 

 

BOMBA!

A resposta do Galo veio em forma de golaço. A zaga da URT tirou de cabeça o escanteio cobrado, e Douglas Santos pegou de primeira, uma pancada, e acertou a gaveta de Follmann, que nada pôde fazer.   

 

NOCAUTE

Leonardo Silva deu susto depois de levar tombo feio no gramado. Ele caiu em cima do braço esquerdo e ainda bateu com o rosto no chão. Mas levantou logo em seguida, tranquilizando a todos.   

 

QUANTO ESTÁ?

O jogo estava disputado, com um gol para cada lado, mas o placar...Uai! Cadê os gols? URT e Atlético-MG empatavam por 1 a 1, mas o responsável por marcar os gols no placar parece que esqueceu que tinha que trabalhar...   


PRA FORAAAA!

Pênalti para o Galo. Quem se apresenta para cobrar? Lucas Pratto, sempre ele. Mas o argentino, que nunca havia perdido um pênalti na carreira, isolou a bola, mandando por cima do gol. Ao fim do jogo, ele justificou, dizendo que tinha pegado muito embaixo na hora de chutar.