Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Reviva centro

Palmeiras vence por 2x0 e deixa Corinthians em crise no Brasileirão

Técnico corinthiano foi vaiado durante anúncio da escalação

17 SET 2016
Thiago de Souza com Isto É
17h53min
Palmeiras 'venceu com louvor' o Timão neste sábado (17) Foto: Marcello Zambrana / Lancepress

O Palmeiras venceu o Corinthians, por 2x0, na tarde deste sábado (17), na Arena Corinthians, em São Paulo. O verdão quebrou a invencibilidade de 34 jogos do time alvinegro no estádio, além de efetivar uma crise no time do Parque São Jorge, fazendo o técnico Cristóvão Borges ser vaiado antes da partida.  

Com a tranquilidade de quem “domou” a ferocidade do ambiente, o Palmeiras marcou um gol em cada tempo. Em um clássico tenso, saiu em vantagem quem conseguiu se acalmar mais cedo. Os dois times começavam o dérbi pressionados por dois tropeços seguidos nas rodadas anteriores. 

O temor era duplo, pois o fracasso de perder para o rival na rodada de sábado significava correr o risco de cair na tabela após as partidas de domingo.
Mesmo diante da imensidão de 40 mil corintianos na arena foi o Palmeiras quem conseguiu o melhor calmante do futebol, o gol. Aos quatro minutos, logo na primeira investida, Vilson afastou mal cruzamento. A bola ficou para Moisés finalizar duas vezes para marcar.

A vantagem deu tranquilidade ao Palmeiras e deixou o Corinthians tenso, uma situação rara na nova arena. A afobação evidente para buscar o empate fez o time errar demais. A torcida, grande colaboradora para o poderio da equipe no Itaquerão, passou a pesar contra, ao transmitir ansiedade e insegurança.

Vaias para o técnico Cristóvão Borges já no anúncio da escalação antecederam um protesto na área destinada às organizadas, no intervalo. A insistência em colocar uma faixa causou discussão com seguranças da arena. Uma proteção da arquibancada foi quebrada e precisou ser substituída. A polícia teve que ir ao local para acalmar alguns torcedores.

Para reverter o cenário desfavorável, o Corinthians colocou Romero no segundo tempo. A equipe tentou ser mais veloz e menos previsível. Continuou difícil. A bola chegava ao ataque sem ter quem a fizesse distribuir o jogo. No Palmeiras, Moisés é quem fazia esse papel com maestria. A ótima atuação dele minimizou a ausência de Gabriel Jesus, suspenso.

A insistência corintiana chegou a acuar o rival por alguns instantes, até Léo Príncipe ser expulso. Na cobrança da falta, Mina completou de cabeça e fez 2 a 0. Foi o estopim para a ira da torcida contra Cristóvão. A arena se voltou contra o técnico do Corinthians diante da superioridade do Palmeiras. 

Veja também