(67) 99826-0686
REFIS FEV.

Parque das Nações se prepara para receber Open de vôlei de praia

As disputas acontecem durante os dias 19 a 25 de setembro

18 SET 2016
Vinícius Squinelo
16h50min
Foto: Divulgação

O Parque da Nações Indígenas, em Campo Grande, se prepara para receber o Circuito Banco do Brasil de Vôlei de Praia, Open de Vôlei. Um megaestrutura, incluindo uma arena com capacidade para 950 pessoas sentadas, além de quatro quadras oficias de jogo, duas para aquecimento e uma social, está sendo montada no parque, que será o cenário das competições.

As disputas acontecem durante os dias 19 a 25 de setembro, quando cerca de 70 duplas devem passar pelas areias do parque . Entre 19 e 22 de setembro, as partidas são pelo circuito nacional. De 22 a 25, as melhores duplas do Brasil, segundo ranking da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), brigam pelo título do Open. Será o primeiro compromisso da elite nacional do esporte, pós Rio 2016.

A competição é organizada pela CBV e tem o Banco do Brasil como principal patrocinador. Para receber a etapa, Campo Grande teve o empenho do governador do Estado, Reinaldo Azambuja, do secretário de Estado de Administração Carlos Alberto de Assis, do diretor-presidente da Fundesporte Marcelo Miranda e do presidente da FVMS José Eduardo Amâncio da Mota. A proposta foi encampada pela superintendência local do Banco do Brasil e aceita pela CBV.

Desde 2010, Mato Grosso do Sul não sedia a principal competição de vôlei de praia do país. O retorno foi comemorado como o primeiro de muitos. “Após seis anos, Mato Grosso do Sul volta a receber um evento desse porte. Isso graças ao empenho pessoal do governador e de todo o Governo do Estado. Essa iniciativa serve como prova de nossa intenção de colocar Mato Grosso do Sul de volta ao cenário dos grandes eventos esportivos. Queremos construir junto com as entidades esse projeto. O esporte transforma vidas, tira crianças das ruas, forma ídolos, fomenta a economia e o turismo”, disse o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda.

Veja também