Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
corona 2
Top Esporte

Primeiro-ministro do Japão admite pela 1ª vez remarcar Olimpíadas devido ao Coronavírus

Foi definida uma data-limite de quatro semanas para apreciar um adiamento ou não

23 março 2020 - 08h51Por Nathalia Pelzl

Horas depois de o COI (Comitê Olímpico Internacional) considerar pela primeira vez o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que a remarcação pode ser considerada se a pandemia causada pelo novo Coronavírus tornar impossível realizá-lo "em sua forma completa".

As informações são do Portal G1.

Neste domingo, o COI (Comitê Olímpico Internacional) promoveu uma reunião de emergência de seu comitê executivo e descartou um cancelamento dos Jogos Olímpico de Tóquio, ainda segundo o site.

Em nota, o COI afirmou que "um cancelamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio não resolveria qualquer problema nem ajudaria ninguém. Portanto, um cancelamento não está na agenda". Se tudo der certo, evento será realizado entre 24 de julho e 9 de agosto. 

Também foi a primeira vez que o comitê olímpico aventa o adiamento das Olimpíadas de Tóquio. Existem cenários que trabalham com a remarcação do evento para o final deste ano ou para 2021 ou 2022.

Leia Também

VÍDEO: homem leva tiro e sai caminhando atrás de ajuda
Polícia
VÍDEO: homem leva tiro e sai caminhando atrás de ajuda
Sábado será de céu com nuvens e dia ensolarado na Capital
Cidade Morena
Sábado será de céu com nuvens e dia ensolarado na Capital
Azambuja estuda fornecer alimentos para alunos não cadastrados no Vale Renda durante pandemia
Política
Azambuja estuda fornecer alimentos para alunos não cadastrados no Vale Renda durante pandemia
Ônibus voltam na segunda, mas só para 'passageiros sentados', anuncia Marquinhos Trad
Cidade Morena
Ônibus voltam na segunda, mas só para 'passageiros sentados', anuncia Marquinhos Trad