TJMS JANEIRO
Menu
sexta, 21 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Top Esporte

'Reforço do Flu', R10 curte a vida de globetrotter e lucra com sua marca

14 dezembro 2015 - 12h46Por Da Redação

Estados Unidos, México, Marrocos, Emirados Árabes, Inglaterra, Kuwait, China, Singapura... Ronaldinho não parou desde que rescindiu seu contrato com o Fluminense, no dia 28 de setembro. O craque ainda não acertou com outro clube, mas já se exibiu em gramados ao redor do mundo como uma espécie de globetrotter, um embaixador do futebol bonito. Seus perfis nas redes sociais nunca estiveram tão movimentados. Em janeiro, será a vez de vestir novamente a camisa do Flu, mas apenas por duas vezes, nos duelos com Shakhtar Donetstk e Internacional, válidos pelo Torneio de Flórida.



Um das presenças recentes de R10 em campo foi na partida de despedida do ex-jogador Mustapha Hadji, no Marrocos. O brasileiro fez o que sabe. Lances plásticos, golaço e assistência para o dono da festa. No estádio Old Trafford, na Inglaterra, Ronaldinho atuou ao lado de craques como Beckham, Zidane, Figo e Cafu em uma exibição da Unicef. Foi mais um desfile de jogadas de efeito, com direito a uma "caneta" em um gandula. O motivo do evento foi nobre: arrecadação de fundos para proteção a crianças carentes. O meia também é embaixador paralímpico. 



Na próxima sexta-feira, o meia confirmou presença na inauguração do Jaber Al-Ahmad International Stadium, no Kuwait, ao lado de craques como Gerrard, Pirlo, Del Piero e Nesta.  



Em seu tour pelo mundo, Ronaldinho também encontrou bastante tempo para encher o bolso como garoto-propaganda de uma marca de cereal e de concessionárias de carros de luxo, além de licenciamento de produtos como máquinas fotográficas e scooters personalizados. A gama de negócios do craque tem ainda uma linha de roupas e a futura "Ronaldinho Soccer Academy" em Dubai. Um rendimento que, de acordo com pessoas próximas, supera o último contrato dele, com o Fluminense, que lhe rendia cerca de R$ 450 mil mensais mais aditivos, como a venda de camisas.



Nas Laranjeiras, Ronaldinho deu indícios de que a paciência com o dia a dia de atleta de alto rendimento já terminou. Sem cobranças, ele agora pode jogar da maneira que mais gosta, se divertindo. Na última semana, o presidente do Flu, Peter Siemsen, confirmou que R10 irá vestir a camisa tricolor novamente em mais duas partidas. Do jeito que o craque deseja, sem pressão, no Torneio da Flórida, competição de pré-temporada. Ele estará em campo ao menos 20 minutos contra Shakhtar Donetsk e Internacional.