(67) 99826-0686
Camara Maio

Reforço do Palmeiras, Guerra leva bronca da esposa quando perde gol: 'Essa mulher é brava'

Apesar de tudo isso, o meia não escapa das broncas de sua família depois de jogos "ruins"

28 DEZ 2016
ESPN
09h33min
Foto: ESPN

Estrela do Atlético Nacional-COL. Campeão da Copa Libertadores em 2016. Eleito o melhor jogador do torneio continental pela Conmebol. Alejandro Guerra chegou à Colômbia em 2014, ganhou fama e, agora, defenderá o Palmeiras, que o anunciou na última terça-feira.

Apesar de tudo isso, o meia não escapa das broncas de sua família depois de jogos "ruins".

"Minha esposa me critica muito", disse Guerra sobre Kris Espejo, que está ao seu lado há 18 anos. "Outro dia, fiz um gol e perdi dois. Cheguei em casa e ela estava irritada. Não falou do gol que fiz, só dos que perdi. Disse que perdi no 'mano-a-mano' contra o goleiro. Me peguei pensando: "essa mulher é brava"", comentou o jogador para o jornal "As" da Colômbia.

Mesmo com as reclamações, Guerra, de 31 anos, garantiu que cresce com a opinião de sua mulher. "As críticas da minha família são boas", seguiu o atleta, que também escuta seu filho Kleverson Guerra, de 10 anos, criticá-lo. "Por eles eu mudei minha mentalidade. Espero seguir melhorando."

Para ele, um dos motivos de sua ascensão é exatamente o companheirismo de esposa e filho.

"Temos muito tempo juntos. Ela cresceu comigo no futebol e entende perfeitamente quando estou bem, quando estou mal e quando posso fazer mais. É muito detalhista. Penso que tenho um treinador em casa, que me ajuda muito", afirmou Guerra.

Veja também