(67) 99826-0686
Camara Maio

Ryan Bader anula Minotouro, frustra brasileiros e vence no UFC São Paulo

Americano bate o adversário por nocaute técnico no terceiro round após demonstrar superioridade nos rounds anteriores e manda torcida canarinho para casa mais cedo

20 NOV 2016
Dany Nascimento
14h53min
Foto: Marcos Ribolli

Ryan Bader foi um visitante indigesto para Rogério Minotouro, na luta principal do UFC São Paulo, sediado no Ginásio do Ibirapuera, sábado. O americano venceu o anfitrião por nocaute técnico aos 3m51s do terceiro round. Esta foi a segunda vitória de Bader contra o adversário, a quem vencera por pontos, em 2010.

- Tenho conversado com o UFC, vou renovar, e não vejo ninguém mais merecedor que eu no top 5. É isso (disputa de cinturão) que estou almejando - disparou Bader, ainda no octógono, enquanto o público rapidamente se retirava da arena.

Bader, que atropelou Ilir Latifi em setembro, não só dá um passo à frente no peso-meio-pesado, como frustra o embalo de Minotouro, que nocauteou Patrick Cummins, em maio, no UFC 198, em Curitiba.

A luta

Rogério Minotouro e Ryan Bader começaram a luta trocando golpes no centro do octógono. O americano, conhecido pelas habilidades no wrestling, fazia frente à trocação do especialista em boxe. Entretanto, ao ver que poderia encontrar problemas, o instinto falou mais alto: ele quedou o brasileiro aos 3m20s, no double leg. Por cima, Bader trabalhou na meia-guarda, pressionando o anfitrião, desferindo cotoveladas duríssimas ao dominar o braço de Minotouro, dificultando a defesa do rival.

Bader voltou em ritmo frenético no segundo round, mirando a linha de cintura e o rosto de Minotouro. Na sequência, aplicou a queda. O brasileiro se levantou, porém, não durou mais do que um segundo em pé e foi derrubado outras duas vezes em um curto espaço de tempo. Na meia-guarda, Bader buscou a montada, ao passo que castigava o rosto de Minotouro com o cotovelo. Ao tentar se levantar, Minotouro deu ângulo para que o americano fosse para as costas e tentasse o estrangulamento. O brasileiro sentiu o arrocho no pescoço, porém, escapou da finalização - embora não tenha conseguido ficar de pé até o fim da segunda etapa.

No terceiro round, Bader soltou um chute alto na cabeça de Minotouro. Cansado e desgastado pelos golpes do americano, Minotouro virou presa fácil para Bader, que o derrubou sem resistência, em uma repetição do que o público assistiu nos dez minutos anteriores. No centro do cage, Bader - na meia-guarda - alternava cotoveladas no rosto e na linha de cintura de Minotouro. Ao intensificar o ritmo, Bader soltou uma chuva de socos no rosto do brasileiro que tentou - em vão - se defender. O árbitro Mario Yamasaki interrompeu o duelo, enterrando o sonho de Minotouro, que almejava dar o troco em Bader, para quem perdeu seis anos atrás.

Confira os resultados completos do UFC São Paulo:

CARD PRINCIPAL

Ryan Bader venceu Rogério Minotouro por nocaute técnico aos 3m51s do R3

Thomas Almeida venceu Albert Morales por nocaute técnico a 1m37s do R2

Cláudia Gadelha venceu Cortney Casey por decisão unânime (triplo 30-27)

Krzysztof Jotko venceu Thales Leites por decisão unânime (29-27, 30-27, 30-27)

Kamaru Usman venceu Warlley Alves por decisão unânime (29-27, 30-26, 29-28)

Serginho Moraes venceu Zak Ottow por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28)

CARD PRELIMINAR

Cézar Mutante venceu Jack Hermansson por finalização aos 2m11s do R2

Gadzhimurad Antigulov venceu Marcos Pezão por finalização a 1m07s do R1

Johnny Eduardo venceu Manny Gamburyan por nocaute técnico aos 46s do R2

Luis Henrique KLB venceu Christian Colombo por finalização aos 2m12s do R3

Pedro Munhoz venceu Justin Scoggins por finalização a 1m55s do R2

Darren Stewart venceu Francimar Bodão por nocaute técnico a 1m34s do R1

 

Veja também