Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Prestação de contas 17/04 a 26/04/2019

'Vou finalizá-lo o quanto antes', afirma Werdum sobre revanche com Browne

Brasileiro não acredita que duelo vá pra decisão e ressalta foco em retomar título: 'Essa disputa de cinturão, seja contra o Miocic ou o Overeem, tem que ser minha'

8 SET 2016
Globo Esporte
12h31min
Foto: Evelyn Rodrigues

Quatro meses após perder o cinturão peso-pesado do UFC para Stipe Miocic, Fabricio Werdum volta ao octógono com apenas um objetivo: conquistar o posto de próximo desafiante da categoria.

Para isso, o gaúcho fez questão de pedir para a organização colocá-lo no UFC 203, mesmo card em que Miocic fará a sua primeira defesa de título, contra Alistair Overeem, neste sábado, em Cleveland, EUA.

O adversário do brasileiro é um antigo conhecido: Travis Browne. Os dois já se enfrentaram, em abril de 2014, com "Vai Cavalo" levando a melhor na decisão unânime. Dessa vez, no entanto, Werdum promete acabar com o duelo mais rapidamente:

- Eu estava escalado para enfrentar o Ben Rothwell, que era um cara da minha altura, bem grande, pesado, é um cara que baixa de peso para chegar no limite da categoria, e com certeza ele deve lutar já com 125 kg, que deve ser o peso dele. Ele teve essa lesão no joelho e agora eu vou lutar com o Travis Browne de novo. Eu disse pro meu empresário que eu não tinha problema nenhum de trocar de adversário, que eu só queria lutar. A minha preocupação era lutar. Com a troca de adversário mudou muita coisa no camp. Tive que trocar os sparrings, para ajustar o treino para o estilo do Travis Browne. Claro que também mudou a estratégia, né? Mas de uma forma geral, acho que vai ser uma luta bem parecia com a primeira, só que eu vou tentar acabar mais rápido e finalizar o Browne o quanto antes - declarou em entrevista exclusiva aoCombate.com.

Aos 38 anos, o gaúcho tem 20 vitórias, seis derrotas e um empate na carreira e, além de Miocic, também já enfrentou Alistair Overeem, o outro protagonista da luta principal do UFC 203. Contra o holandês, aliás, Werdum venceu o primeiro combate, ainda pelo extinto Pride, em maio de 2006, por finalização e, depois, perdeu a revanche, em junho de 2011, na decisão unânime, em duelo válido pelo Strikeforce. "Vai Cavalo", no entanto, disse não ter preferência sobre qual dos dois enfrentar na sequência:

- Quero deixar bem recente na memória das pessoas e de todo mundo que eu sou o cara que merece uma luta pelo título. Eu vinha de seis vitórias, perdi ali, não tem desculpa, cometi um erro, mas essa disputa de cinturão, seja ela com o Stipe Miocic ou com o Overeem, tem que ser minha. Meu objetivo é o cinturão. Não importa quem esteja com o cinturão. Se for o Overeem, vai ser uma trilogia. Eu finalizei o Overeem no Pride, em 2006, e depois ele me venceu em uma luta morna, que foi feia de ver…Eu estava em overtraining, nunca tive isso, nem gosto de falar isso porque parece desculpa, mas foi o que aconteceu mesmo. Eu perdi pro Stipe Miocic e não fiquei dando desculpa, aconteceu. Agora contra o Overeem, na segunda vez, ele venceu por pontos, mas a luta foi horrível. Seria legal também ter a revanche contra o Miocic, mas vou te falar que o meu grande objetivo é o cinturão. Os dois seriam revanches pra mim, então pode ser qualquer um na verdade. Que seja o melhor!

Apesar de estar focado em provar que merece a chance ao título, Werdum ressalta que não está menosprezando o adversário deste sábado. Tanto é que estudou bastante o jogo do americano e está ciente dos desafios que "Hapa" traz para o combate:

- O Travis Browne é um cara bem conhecido, está no Top 10. Os pontos fortes dele são a parte em pé e os cotovelos, que ele usa muito bem. Já ganhou do Overeem também, que está lutando pelo cinturão, então ele tem umas boas vitórias com a parte em pé. Tem que ter muito cuidado com os chutes, com o chute frontal, o cotovelo, porque a parte forte dele é o muay thai.

O brasileiro, que é companheiro de time de Rafael dos Anjos na Kings MMA, em Huntington Beach, na Califórnia, disse que concorda com as declarações do ex-campeão dos leves, que está reavaliando suas companhias, pois percebeu que muitas pessoas estavam ao seu redor apenas por interesse.

- Eu concordo com o Rafael dos Anjos, que ele percebeu que as pessoas se afastam. Quando você é o campeão, as pessoas ficam mesmo em cima, não só falsos amigos que se aproximam, mas até os fãs. Tem os fãs verdadeiros, que gostam de você de verdade, que te seguem e tem aquele fã, que eu chamo de falso fã, que só está contigo na vitória e na derrota nem me viu (risos). E os falsos amigos que se aproximam. Na verdade, você tem sua família, seus amigos, mas sempre tem gente se aproximando e depois você realmente vê que a pessoa nunca mais ligou, nunca mais deu um oi, e é assim que funciona, não só no nosso esporte, mas em todas as profissões. Quando você está bem, todo mundo está à sua volta, está todo mundo rindo, mas é quando você perde que você vê quem realmente está do seu lado pra valer - finalizou.

O UFC 203 tem transmissão ao vivo e exclusiva do Combate no próximo sábado, a partir de 19h (horário de Brasília). O Combate.com acompanha em Tempo Real, com vídeo ao vivo das duas primeiras lutas do card preliminar. Na véspera, site e canal exibem a pesagem cerimonial do evento ao vivo a partir de 18h50. Confira o card completo:

UFC 203

10 de setembro, em Cleveland (EUA)

CARD PRINCIPAL (a partir das 23h, horário de Brasília):

Peso-pesado: Stipe Miocic x Alistair Overeem

Peso-pesado: Fabricio Werdum x Travis Browne

Peso-meio-médio: CM Punk x Mickey Gall

Peso-galo: Urijah Faber x Jimmie Rivera

Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca x Joanne Calderwood

CARD PRELIMINAR (a partir de 19h15, horário de Brasília)

Peso-galo: Jessica Eye x Bethe Correia

Peso-leve: Nik Lentz x Mairbek Taisumov

Peso-médio: Caio Monstro x Brad Tavares

Peso-leve: Yancy Medeiros x Sean Spencer

Peso-meio-pesado: Francimar Bodão x CB Dollaway

Peso-leve: Drew Dober x Jason Gonzalez

Peso-leve: Damir Hadzovic x Yusuke Kasuya

 

Veja também