Doe Sangue
(67) 99826-0686
Camara agosto

Vídeo: foliões protagonizam briga generalizada no último dia de folia e promovem selvageria

Em áudio, fundadora do Cordão da Valu implora por calma e termina carnaval mais cedo

14 FEV 2018
Liziane Berrocal
08h27min

Cenas lamentáveis e de selvageria marcaram o último dia de carnaval na Esplanada. Um vídeo postado pelo folião Guilherme Sombra mostra uma briga generalizada na rua. Nos grupos de WhatsApp um áudio da comerciante Silvana Valu, fundadora do Cordão da Valu, pede para a Polícia Militar e a Guarda Municipal terem cautela com as famílias.

No vídeo postado nas redes sociais a briga entre pessoas não identificadas é generalizada e até quem “está de fora” acaba atirando objetos e sacos de lixos nos “brigões”. Não há imagens mostrando se houve ou não ação da polícia.

Em um momento é possível ver quando um capacete de moto é arremessado e atinge a cabeça de um dos foliões que estão na confusão.

Pelas famílias, Valu implora calma as forças policiais

Cautelosa, ela além de tudo resolveu terminar a folia mais cedo, já que o local ficou lotado e poderia acontecer algo pior. Em mensagens, participantes dos movimentos culturais da Capital pedem que a dispersão seja a mais tranquila possível.

“Pessoal, o Cordão da Valu está acabando. Silvana está preocupada, gostaria que a dispersão fosse a mais tranquila possível”, pede Vitor Samúdio aos comandantes da Guarda Municipal e da PM que estão em operação no local.

Sem bateria ela usa o celular de Samudio para falar com os policiais. “Aqui é Silvana Valu, a bateria do meu celular acabou. Pessoal, eu vou acabar antes do horário, por favor eu peço calma, na hora da dispersão. Por favor, não soltem bombas, por favor colabrem com todo mundo, porque aqui na General Melo tem um monte de família, tem um monte de criança, criança de colo, nós vamos fazer o possível para colaborar com tudo. Eu vou acabar antes do horário, vou pedir para todo mundo ir embora, para todo mundo parar de vender bebida”, explica em áudio.

Valu, como ela é conhecida, faz um apelo emocionado pelas famílias que participam do carnaval. “Gente, vamos ter calma agora, tudo que a gente puder fazer para ajudar, nós vamos fazer. Por favor gente, eu não quero nenhum incidente, a festa tá linda. Por favor, eu peço para vocês todos, muita calma nesse momento, para que a gente possa fazer a dispersão sem problema nenhum. Peço, imploro, por favor!”

Ela é tranquilizada pelos policiais, porém, infelizmente, alguns foliões fizeram o contrário e acabam por estragar uma festa linda que começou da família Valu para a Família de Campo Grande. 

Veja também