FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Word Wine - almoco japones

Mãe culpa falta de sinalização por atropelamento e morte de garoto de seis anos

Ela cobrou semáforo e sinalização horizontal

29 NOV 2017
Thiago de Souza
19h34min

A mãe do estudante Silas Donega, de apenas seis anos, atropelado e morto nessa terça-feira (28), atribui a morte do filho à falta de sinalização no centro de Água Clara. ''Por que lá não tem um semáforo?''.

"Eles [a prefeitura] precisa pôr um semáforo lá e pintar as faixas no chão", disse à reportagem do JP News pouco depois do enterro da criança no cemitério da cidade.

Tragédia

Silas ia de bicicleta para a escola com uma irmã de 8 anos e, segundo testemunhas, teria entrado na contramão da rua Beneveluto Otoni, quando foi atingido por um caminhão. O veículo viraria à direita para descarregar mercadorias em um supermercado. A irmã dele teve um ferimento no pé esquerdo e se recupera em casa.

Segundo o JP News, o enterro foi acompanhado por cerca de 50 pessoas, entre parentes, amigos da família e estudantes da Escola Municipal Márcia Fiorati, onde o menino era aluno. O pai da criança, que é presidiário, recebeu autorização da Justiça para sair da cadeia de Três Lagoas para acompanhar o enterro.

Valquíria é solteira e mãe de outros quatro filhos.

Veja também