Doe Sangue
(67) 99826-0686
Hepatite - Agosto

Morto a golpes de canivete pela ex-esposa, pintor deixa três filhos

Ele estava separado da mulher há cerca de um ano

13 FEV 2018
Anna Gomes
10h30min
Foto: JP News/ Álbum familiar

"Ele foi morto por ciúmes. Ele passou o dia fora de casa e ela queimou tudo as roupas dele. Quando ele chegou em casa ela o matou, não deu nem chance pra ele se defender". As afirmações são de uma irmã do pintor Gilberto Carvalho da Silva, de 41 anos, assassinado pela namorada a golpes de canivete nesta segunda-feira (12), no bairro Alto da Boa Vista, zona Oeste de Três Lagoas, município distante aproximadamente 330 quilômetros de Campo Grande.

Danielly Vicente Azambuja, de 26 anos, confessou o crime após acusar o pintor de agressão.

"Ele não agrediu ela quando entrou na casa, ela o matou pois ele não queria mais ficar com ela que não aceitou o fim", afirmou a irmã de Gilberto - que terá o nome preservado na reportagem.

Segundo o site JP News, o pintor estava separado da mulher, com quem ficou casado por 20 anos e teve três filhos. Mesmo sem estar juntos, Gilberto morava com Danielly desde o final do ano passado. Devido ao ciúme, ele estaria planejando sair de casa, de acordo com a irmã.

No boletim de ocorrência, a Polícia Militar constou que a arma do crime foi localizada entre roupas, em um cesto. Um grupo de moradores tentou linchar a mulher e teve de ser contido por policiais.

Após confessar o crime, Danielly foi levada para o presídio. O caso foi registrado como homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Veja também