FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
word wine - almoco japones 2

Idosa executada era cadeirante e foi morta com mais de 50 facadas

O suspeito de cometer o crime ainda se encontra foragido

4 DEZ 2017
Anna Gomes
08h30min
Foto: Osvaldo Duarte

A cadeirante Nilza Fernandes de 73 anos, foi assassinada a facadas de forma brutal dentro de sua casa na noite de domingo (3), na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados, município distante aproximadamente 220 quilômetros de Campo Grande. O principal suspeito pelo crime é o vizinho, Marcelo da Silva Gonçalves, 29, que se encontra foragido.

De acordo como site Dourados News, populares informaram que ambos possuem rixa antiga por conta do terreno onde residem.

Conforme as primeiras informações, o rapaz teria se deslocado até a casa da mulher e efetuado aproximadamente 50 golpes de faca contra o seu corpo. Não há informações se ambos discutiram antes do ataque.

O caso foi denunciado no 1º Distrito Policial de Dourados e é investigado.

Veja também