(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

As promessas de ano novo mais comuns entre os campo-grandenses

Ano Novo

29 DEZ 2013
Renan Gonzaga
07h00min
Foto: Renan Gonzaga

2013 está chegando ao fim. Época de fazer um balanço sobre as promessas concretizadas ou não durante o ano. E como todos sabem, é aquela mesma ladainha de sempre: Comer bem, parar de fumar, dormir melhor, mudar de emprego, fazer mais exercícios, ler mais, arrumar um novo amor e por aí vai.

Pode conferir, as promessas dificilmente sobrevivem ao dia a dia. Principalmente porque essas mudanças de estilo de vida costumam ser demoradas e precisam de desempenho diário por parte de quem corre atrás de seu objetivo. A frase “depois do réveillon eu começo uma dieta” é um exemplo disso.

Há também quem não faz promessas no ano novo e prefere manter metas, como Tatiana Pires, de 29 anos. “Tenho alguns objetivos no decorrer da minha vida. Para 2014, quero passar em um concurso. Os outros planos vem depois”, explica a farmacêutica.

DEU CERTO - No o decorrer do ano as boas intenções são geralmente esquecidas. Mas alguns guerreiros saem vitoriosos na batalha, e o estudante de Direito Renan Miranda é um exemplo. “Realizei quase todas, uma delas foi voltar a estudar e estagiar”, revela o jovem de 22 anos.

Outra meta em que Renan obteve sucesso em 2013 foi valorizar e passar mais tempo com seus parentes. “Voltei a me dar bem com meu pai, com a minha família toda na verdade. Hoje eu chego na casa deles e eles fazem todos meus gostos”, admite.

NÃO DEU CERTO - Quem não se deu muito bem em 2013, em relação as promessas feitas, foi o jovem Rodrigo Leite. “Tentei ser uma pessoa melhor, fiz o possível. Financeiramente fiz muitas promessas e parei todas na metade. Prometi emagrecer fazendo regime e nem comecei”, analisa o artista visual.

Comer melhor é uma das principais promessas feitas entre os campo-grandenses. Foto: Reprodução

Para o jovem de 23 anos, emagrecer se tornou um obstáculo durante 2013, principalmente por conta dos amigos que o levam para o “mau caminho”. “Sempre que tento fazer um regime, as pessoas ao meu redor inventam de fazer algo tentador e eu deixo o regime para o outro dia. Chega no outro dia eu mesmo quero fazer algo tentador”.

Segundo Rodrigo, o problema da falta de sucesso na hora de comer está ligado à sua ansiedade. “Sou ansioso e desconto qualquer nervosismo na comida, eu não como por fome e sim por prazer. E nesse ano, 'como' todos os outros, ficou só na promessa”, brinca.

FICOU PARA 2014 – Renan Miranda quer se dedicar ao máximo para realizar todos os planos no ano que vem. “Vou tentar melhorar meu profissional. 2014 vai ser o ano dos concursos”. E tem também o que não conseguiu concluir em 2013: “Só no amor que não realizei. Minha meta agora é casar. Tô falando sério”.

“Não prometi juntar dinheiro, prometi ter dinheiro. Esse ano passou e sem ele minha promessa de viajar não deu certo, deixei para o ano que vem. Veremos”. É o que planeja Rodrigo para o próximo ano.

E para que as promessas se concretizem 2014 a dica é começar as mudanças de amanhã, hoje mesmo. “É importante planejar, mas também viver o dia-a-dia. Tão importante quanto os planos para o futuro é o que fazemos no presente”, finaliza Renan.

Veja também