TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Algo mais

Despedida vira celebração de última hora com aval para Sarau de Segunda no Centro

Mobilização de frequentadores e artistas conseguiu derrubar proibição do evento na Praça dos Imigrantes

16 novembro 2018 - 13h17Por Amanda Amaral

Era pra ser despedida, mas autorização de última hora transforma praça em festa das artes no Centro de Campo Grande. Há um ano e nove meses na Praça dos Imigrantes, conhecida como Praça do Artesão, o Sarau de Segunda havia perdido na última quinta-feira (8) a permissão para realizar os tradicionais inícios da semana com apresentações artísticas e gastronomia.

O evento havia sido proibido após abaixo assinado de 27 moradores do entorno, além de alguns artesãos, incluindo um ofício da associação que os representa. As principais reclamações eram pela concentração de pessoas, barulho e sujeira, suficiente para que a prefeitura acatasse os argumentos contra o sarau.

Logo que divulgada a notícia, junto ao convite para o último evento que seria nesta segunda-feira (12), a movimentação nas redes sociais de frequentadores, organização e a classe artística chamou atenção da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo). Foi decidido, então, por uma emergencial para tratar sobre a questão ainda na tarde do que seria a despedida.

Uma das organizadoras, Mara Rojas conta que a reunião levantou alguns pontos sobre a importância de se ocupar o espaço, e foi positiva para todos os lados. “Nos juntamos com advogados, frequentadores, a associação dos artesãos e a secretaria, com o prefeito ciente, e decidiram pela autorização do evento, com algumas mudanças”, diz.

Entre elas, está a presença da Guarda Municipal, autorização para comercialização de bebida alcoólica no quiosque fixo e cadastramento de todos os demais participantes em vendas de alimentos, artesanatos, entre outros. “Nunca tivemos problemas, mas isso dá mais segurança e garantias para todo mundo, porque é um espaço público e nem sempre a organização consegue controlar tudo”, explica.  

Com a autorização, o ‘último’ Sarau de Segunda aconteceu com fôlego total, com apresentação de 15 artistas e praça lotada.  Leonardo Bugalu, músico e um dos organizadores do evento, comemora.

“Há quatro anos, quando começou, já acreditei nesse evento e as pessoas também, que não só fomenta as artes, mas a economia na parte central. Tem várias famílias que tiram daqui seu sustento, é a cultura agregando outros valores. O prefeito teve olhar mais sensível e Sectur também. Hoje teve três pessoas se apresentaram pela primeira vez, ensaiam a semana inteira pra se apresentarem aqui. Dá uma visão mais humana para o ser, é muito importante”, diz.

O Sarau acontece normalmente até dezembro, e faz uma pausa para retomar em 2019 com mais artistas e alcançar outras localidades da Capital. Isso porque o projeto foi contemplado pelo FMIC (Fundo Municipal de Investimentos Culturais), e um dos planos é a realização de edições fora do Centro.