(67) 99826-0686

Grupo Seishun leva a arte da dança oriental pelo Brasil

De Campo Grande para o mundo!

27 FEV 2014
Renan Gonzaga
06h00min
(Foto: Arquivo pessoal)

O grupo Seishun Yosakoi Soran surigiu com a intenção de propagar a cultura oriental e a integração entre as etnias, mas acabou virando um sucesso no Estado. Foi fundado em 2008, no dia 2 de março para ser exato, e desde então só acumula boas colocações em festivais pelo país.


Após o término do antigo grupo, formado na Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira de Campo Grande, duas integrantes resolveram continuar dançando e então criaram o Seishun. “Não queriam parar de dançar, convidaram amigos pelas redes sociais para se juntarem a elas. Foi com esse pensamento que o Grupo começou a tomar forma”, relembra a dançarina Saiuri Nakazato.


Sobre a escolha do nome, Seishun significa junventude. “É o que procuramos buscar dentro de todos que entram no grupo. Mostrar que não importa sua idade, mas sim o que temos por dentro. E o yosakoi soran é nosso estilo de dança”, explica.


(Foto: Arquivo pessoal)


Um dos nossos maiores objetivos é propagar a nossa cultura, não só pela cidade, mas também por todo o Estado. Fazer com que as pessoas conheçam o Yosakoi Soran e entendam cada dia mais a nossa dança.”


O som é uma adaptação do estilo chamado “Yosakoi Bushi”, que é uma canção tradicional japonesa da província de Kochi, surgida em 1954 durante um festival local. Já os passos, ou Soran Bushi, é uma dança originária de Hokkaido, que imita os movimentos dos pescadores de arenque.


Já em 1991, na provúncia de Kochi, um grupo de jovens conheceu o Yosakoi Matsuri, que é um festival folclórico onde multidões participam de uma dança chamada Yosakoi Naruko. Nela, as pessoas desfilam ao som do Yosakoi Bushi, o que deixou todos encantandos e a partir daí decidiram fundi-lo com o Soran Brushi, dando origem ao Yosakoi Soran.


Hoje o grupo possui 33 integrantes. A mais nova tem 12 anos e a mais velha possui 30 anos, mas a maioria é natural de Campo Grande. Como muitos dançarinos estão na faculdade, eles mesmo acabam dando suporte em várias áreas, como design, marketing, administração e computação.


(Foto: Arquivo pessoal)


Ou característica do grupo é a conectividade com a internet, natural nesta faixa etária. Por meio da página oficial do grupo (www.facebook.com/seishun.ys) eles postam fotos das apresentações, viagens, recados sobre os ensaios, comemorações e até parabenizam o aniversariante do mês.


Nosso grupo, por ser comandado por jovens, tem muitos momentos de descontração durante os treinos, mas pegamos pesado e falamos sério com total profissionalismo”, diz Saiuri. E tanto comprometimento já rendeu várias apresentações pelo país.


Fiz amigos não só aqui em Campo Grande também em outros estados.”


Fora de Mato Grosso do Sul, já se apresentaram em São Paulo, Maringá e Curitiba. E para Saiuri, a melhor apresentação foi durante o Festival Yosakoi Soran, em 2013. “De forma totalmente surpreendente, conseguimos superar todos os problemas e ganhamos o Grand Prix”, reconhece.


(Foto: Arquivo pessoal)


Para mim o grupo tem uma grande importância. Nele pude ter o prazer de fazer grandes amigos, de todas as idades e classes sociais, sem nenhum tipo de segregação”, finaliza.


FICHA TÉCNICA


Integrantes:


Denise Akemi Suguimoto, Akemi Cavalheiro, Aline Mayra Akiyoshi Matayoshi, Alberto Eikiti Okaigusiku, Brenda Tamashiro, Camila Oshiro, Caroline Fagundes, Thiago Deai, Demétrio Ogata, Fernanda Fagundes, Fernanda Oshiro, Gabriella Souza, Gabriela Oshiro, Gustavo Sakai, Jaqueline Mendes, Jhonathan Silvano, Karolyne Tammy Akiyoshi Matayoshi, Kenji Oshiro, Liziane Salvatori, Lorenna Okumoto, Luana Castro, Maira Nakao, Mariana Oshiro, Plínio Massayoshi, Saiuri Nakazato, Sílvia Ayabe, Tatiana Ishibashi, Vinicius Barbosa, Viviane Watanabe, Yukari Aguni, Amanda Yumi, Amanda Naomi e Miriam Torres.


Prêmios:


2009 - 3º lugar na categoria adulto no 7º Festival Yosakoi Soran Brasil

2012 - 2º lugar na categoria adulto no 10º Festival Yosakoi Soran Brasil

2013 - 1º lugar (GRAND PRIX) no 11º Festival Yosakoi Soran

Veja também