TJMS dezembro
Menu
Busca quinta, 12 de dezembro de 2019
Algo mais

Sensibilidade flui em forma de poesia e desenho em primeiro livro de jovens amigos

Poeta e ator Febraro de Oliveira e ilustradora Sarah Caires lançam nesta quinta (6) o livro ‘Poesia não existe ou ensaiodoquenãoédito’

06 outubro 2016 - 15h40Por Amanda Amaral

Como um grande e delicado pensamento sobre os ‘nós’ em nós mesmos, Febraro de Oliveira, 18 anos, e Sarah Caires, 22, pretendem apresentar ao mundo suas representações de amor – a poesia que não se vê – em palavras e desenhos cheios de sensibilidade no primeiro livro que criaram em parceria, que leva o nome ‘Poesia não existe ou ensaiodoquenãoédito’. Depois de anos de preparação, a obra será lançada em Campo Grande nesta quinta-feira (6).

A necessidade de transformar o subjetivo em palpável, conforme Fabraro, vem desde muito cedo, como uma necessidade dos longos dias em que passava sozinho com seus livros e cadernos. Tímido, há pouco mais de um ano resolveu criar uma página no Facebook que hoje soma quase 2,3 milhões de curtidas, a ‘P o e t a s t r o’, para colocar pra fora o que escrevia.

“Sempre achei que se a gente não tocar o coração do outro, nada vale a pena, a poesia tem que existir de forma leve, sem ego. A página me possibilitou isso e cresceu de um jeito que eu não imaginava. Hoje, ajudamos até outras pessoas, com um apoio voluntário de psicólogos que conversam com os leitores”, conta.

André de Abreu

Foto: André de Abreu

Apesar de já ter um projeto para um livro de 600 páginas, que começou em 2013, a saída do mundo virtual foi aos poucos. Em 2015, Febraro e Sarah dividiram a mesma página de jornal e já se admiravam artisticamente antes mesmo de virarem amigos, conexão que virou exposição de arte com desenhos dela e poesias dele, o que também deu início às conversas sobre uma futura parceria em forma de livro.

O projeto teve de ser reduzido para 90 páginas e um mês antes da entrega para a Editora Life, Sarah recebeu o convite de fazer as ilustrações que dariam a identidade do projeto. “Apesar de ter sido um desafio, queria sair do meu mundinho também, aprendi muitas coisas, novas técnicas. Foram vários processos nas 24 ilustrações, feitas a mão, digitalmente, algumas inspiradas em fotografias”, conta Sarah, que também tem talento na escrita e até já ganhou prêmio em reconhecimento.

Os dois contam que a parceria deve continuar ainda em, ao menos, mais dois livros. “A nossa vontade é experimentar fazer uma trilogia. Mas queremos que as pessoas comecem por este livro a enxergar o nosso transbordar. Muitas coisas não entraram no livro, então tudo o que está ali é necessidade. É arte. É tocar corações”, diz Febraro.

Foto: Bruna Motta

Lançamento

Para o lançamento está sendo organizado um sarau com diversas intervenções artísticas, como declamação de poesia, música, teatro e exposição de arte, em parceria com o Grupo Casa – Coletivo de Artistas, onde o livro será vendido por R$ 30. 

O evento acontece nesta quinta-feira (6), às 19h30 no Grupo Casa, que fica na rua Mar das Caraíbas, nº 8, bairro Chácara Cachoeira. Saiba mais na página de Facebook do livro, clicando aqui