(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Tentando se adequar à modernidade, mães pagam mico na internet

Corujas digitais

19 JAN 2014
Renan Gonzaga
06h00min
Maria e Ramona são exemplos do conflito entre mãe e filho na rede. (Foto: Renan Gonzaga)

Ela chama atenção para as coisas erradas que você faz, lembra daquele remédio que você tem que tomar no meio da tarde, fala das suas intimidades para multidão, revela seu apelido de infância para seus amigos e comenta sobre todas suas atividades. Estas são atitudes maternas bastantes comuns, e como se não bastassem na vida real, agora os micos, ou melhor, 'king kongs' estão começando a se estender para a web.


Ramona Lopes é uma típica mãe que acaba de descobrir a internet. Aos 54 anos, essa tecnologia que até então era novidade na vida da aposentada, começou a fazer parte da rotina dela e de muitas outras mães nos últimos anos. Diferente de sua filha, a adolescente Maria Antônia, que já nasceu 'conectada' digitalmente, Ramona ainda precisa de adequar.


Talvez por não ter muita prática e não saber como se comportar nas redes sociais, a aposentada seja um exemplo de mãe que 'paga mico', pelo menos na visão da jovem Maria. “Ela pediu para ser minha amiga no Facebook e eu aceitei, passou uns minutos ela publicou 'oi fofuxinha' no meu mural. Tive que apagar correndo”, conta a adolescente.


Teve outra vez que ela postou uma foto minha pelada, tomando banho na piscina de lona, acho que eu tinha uns cinco anos. E o pior de tudo: Ela me marcou”, relembra Maria, que acredita que deveria existir um manual de comportamento para todas as mães que acessam a internet.


Segundo Ibope, metade das mães brasileiras estão conectadas à internet. (Foto: Reprodução)

 

Por outro lado, a aposentada usa uma justificativa válida para qualquer mãe, em qualquer situação. “Eu quero ser assim e pronto”, afirma Ramona. Ela completa que sempre tratou dessa forma seus filhos e não vê motivos para se diferente nas redes sociais. “Foi-se o tempo em que internet era coisa de adolescente”, justifica.


Em um estudo divulgado em maio de 2013, a empresa de pesquisas Ibope Media informou que 48% das mães brasileiras já estão conectadas à internet. O critério utilizado pelo instituto para definir o acesso das mães foi se elas navegaram na rede nos sete dias anteriores à pesquisa.


O estudo afirma que 39% das mães conectadas acessam a rede em busca de informações, enquanto 29% disseram navegar na rede para acessar conteúdos relacionados a entretenimento. Em uma parte da pesquisa feita com mães que trabalham, o Ibope Media detectou 27% utilizam a rede para se divertirem e 46% para se informarem.


Diante desse número crescente de mães conectadas na web e principalmente nas redes sociais, os internautas não poderiam deixar passar batido, sem fazer brincadeiras sobre esta relação das mães com a internet. Confira:



Veja também