Menu
sexta, 23 de fevereiro de 2024 Campo Grande/MS
PREFEITURA CAMPO GRANDE FEVEREIRO 2024
Campo Grande

Adriane frisa 'trabalho intenso' para regularizar situação de famílias do Mandela

Cerca de 187 famílias tiveram suas casas atingidas por um grande incêndio e estão tendo suporte da prefeitura

02 dezembro 2023 - 15h15Por Vinicius Costa

A prefeita Adriane Lopes voltou a dizer, neste sábado (2), que está comprometida para finalizar a regularização das famílias que tiveram suas casas atingidas pelo incêndio, que devastou praticamente todas as casas da Comunidade do Mandela, em Campo Grande.

A chefe do executivo municipal participou de uma ação política na Câmara Municipal e mesmo diante do outro tema, respondeu aos questionamentos sobre a comunidade. Ela afirmou em coletiva de imprensa que pelo menos 100 famílias estão sendo priorizadas, pois já estavam com o processo de regularização em andamento.

"A partir do momento que nossas equipes souberam do incidente, já foram para dentro da comunidade. São 500 pessoas, 187 famílias atingidas e que estão sendo atendidas pela prefeitura desde o primeiro momento e até a finalização deste processo de regularização", disse a prefeita.

Adriane frisou a importância dar essa resposta imediata para as famílias. Além de já definir as áreas onde cada família está recomeçando suas vidas, ela lembrou das concessionárias de água e luz que cumprem com o papel de garantir os direitos dos populares.

"Nós já demos as áreas. Essa semana foi de trabalho intenso com as equipes dentro das áreas, loteando, a Energisa e Águas Guariroba fazendo a parte deles e com certeza, todas as famílias que sofreram com essa situação, terão a garantia dos seus direitos com a nossa gestão".

Cerca de 100 famílias já estavam com o processo de regularização em andamento e por isso, que de imediato, estão sendo atendidas. Enquanto as outras 87 famílias estão sendo atendidas e recebendo todo o suporte das equipes da prefeitura por meio de mutirão.

Adriane esteve em mais um evento do PP mirando as eleições de 2024. (Foto: André de Abreu)

Para onde vão?

Neste primeiro momento a divisão ficou da seguinte forma: 38 serão realocadas na região do José Tavares, outras 33 estarão indo para o Iguatemi, mais 30 ficarão no Iguatemi II e 32 serão colocadas no Jardim Talismã. As demais famílias que não foram inseridas ainda necessitam passar por regularização.

Os moradores também receberão o 'Credhabita', uma espécie de crédito que ajudará na construção de casas e compras de terreno. Lopes ressaltou que famílias com crianças em idade escolar deverão ficar próximas a áreas que possuam unidade de ensino.