A+ A-

domingo, 14 de abril de 2024

domingo, 14 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Campo Grande

21/02/2024 08:32

A+ A-

Antes de morrer, Joelma agonizou em frente aos filhos, diz vizinha (vídeo)

Crianças de 8 anos saíram na rua gritando por socorro e chorando; vizinha ao lado que os acolheu

Antes de morrer, Joelma da Silva André, de 33 anos, agonizou em frente aos filhos que pediram socorro aos vizinhos. O relato é da vizinha de Joelma, que socorreu as crianças.

A testemunha havia acabado de levantar para ir trabalhar, quando ouviu os gritos de socorro. "Levantei de manhã para trabalhar e estava tomando meu café, quando o menino dela de 8 anos e a menina vieram na minha casa, pedindo socorro. Eu saí correndo para casa dela, quando vi a porta, já vi a faca enfiada no peito e o nariz cortado. Ela estava agonizando", relata bastante abalada.

Joelma foi morta esfaqueada pelo ex-marido, Leonardo da Silva, de 38 anos, na manhã desta quarta-feira (21), no Indubrasil, em Campo Grande. O feminicídio ocorreu na frente dos filhos.

O caso aconteceu na Avenida Solon Padilha. Conforme informações preliminares, Joelma teve uma faca cravada no peito pelo ex-marido. Após o crime, ele fugiu do local de bicicleta. 

A vizinha afirma que as agressões do ex-marido em Joelma eram constantes. A vítima sempre deixou claro o desejo de que o ex-marido fosse embora.

"Ela não queria ficar com ele, mas ele sempre vinha. Ela se recusava a ter relações sexuais com ele", revela a vizinha.

Para a vizinha, Joelma era como se fosse uma filha. Ambas iam com frequência na casa uma da outra. Segundo a mulher, a última vez que teve contato com Joelma foi no domingo (18), desde então ela sumiu e não se falaram mais.

"Domingo ela foi às 6 horas tomar um chimarrão em casa. Tomamos café e então ela disse que ia para casa, mas voltaria para almoçar. Porém, não voltou mais, desde então não a vi novamente", informa.

O crime teria ocorrido na frente dos filhos de Joelma. Ela era mãe de cinco filhos, sendo dois do suspeito, dois de um casamento, e um de outro. A filha mais velha tem 16 anos.

O homem foi até a casa dela, pois teria visto ou ouvido ela entrando em um carro. Já na casa, ele perguntou pela mulher, mas os filhos falaram que ela não estava. Ele então saiu e depois voltou quando ela já estava em casa.

Os dois começaram a discutir, pois ele achou que ela estava o traindo. A filha de 16 anos então chamou a polícia que foi ao local e o mandou embora. No entanto, Leonardo voltou. Neste momento ele brigou novamente com Joelma e a matou.

Segundo a Polícia Militar, ele é ex-marido de Joelma, mas ambos moravam juntos há cinco anos. Joelma vivia o mandando embora, porém ele sempre voltava. As brigas entre o casal eram constantes.

Leonardo já tem passagens na polícia por violência doméstica. Após o crime, ele fugiu no sentido à Avenida Duque de Caxias, de camisa azul e boné preto.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou a ser acionado, mas Joelma já estava sem vida, sem possibilidade de reanimação. A Polícia Militar isolou o local.

Após trabalho da perícia, enquanto a funerária retirava o corpo de Joelma, a filha de 16 anos se desesperou. Amparada por vizinhas e muito abalada, a menina não conseguia crer na tragédia que presenciava. "Não acredito que ele fez isso com ela! Minha mãezinha... Não pode ser verdade isso, não acredito que é minha mãe naquela 'caixa'!", disse em desespero.

 

URGENTE: ex-marido mata mulher na frente dos filhos no Indubrasil

Posted by TopMídia News on Wednesday, February 21, 2024

 

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias