TJMS AGOSTO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sexta, 12 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Dengue agosto
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
SENAI MOBILE JULHO AGOSTO 2022
Campo Grande

Estrada vira lagoa e fica intransitável durante chuvas na região do Retirinho

Faz mais de quatro anos que avenida está um caos

25 junho 2022 - 18h10Por Elizeu Ribeiro

Moradores da zona rural, na região conhecida como Retirinho, na saída para São Paulo, em Campo Grande, não aguentam mais as más condições das ruas, em especial a avenida Cabeceira de Bois, que fica intransitável no período de chuvas.

Segundo um dos moradores da região, Dheuds Arantes de 36 anos, a via suporta transporte de veículos de grandes e pequenos porte e também como via de acesso de escoamento agropecuário, porém, ele relata faz mais de quatro anos que a avenida se encontra um verdadeiro caos e que o poder público não tem tomado nenhum tipo de providências para amenizar a situação.

“Essa estrada está um caos. Não há um cascalhamento e nem um patrolamento, sem contar de que a via está tomada por buracos”, explica.

Eudhes relata ainda, que no período de chuvas a situação fica pior, pois no meio da estrada há um buraco enorme onde se forma uma lagoa e mesmo assim os condutores são obrigados a passar pelo local, pois ali é a única via de acesso entre a área urbana e rural.

“É um problema constante e quando chove, ali só passa veículos grandes. Carro pequenos e motos tem que passar bem próximo ao mato para conseguir transitar. É um verdadeiro caos”, disse Dheudes.

O morador explica que a avenida tem um prolongamento que passa por duas empresas, a Engepar e Sotef e segundo ele, equipes da prefeitura fizeram o patrolamento e o cascalhamento em frente dessas empresas, em um percurso de aproximadamente 800 metros, porém, não deram continuidade aos serviços ao longo da via.

Ele conta que chegou até fazer uma solicitação via gabinete de um vereador da capital, que quase todos os dias cobra o parlamentar, mas nada tem se resolvido.

E nome dos moradores da região e de pessoas que passaram por ali para trabalhar todos os dias, Dheudes pede para que a prefeitura de Campo Grande tome providências imediatas no local, pois os condutores não aguentam mais conviver com os buracos e com uma lagoa bem no meio da estrada.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura para dar um posicionamento sobre a via e aguarda resposta.

Para mostrar como fica as condições da estrada durante o período de chuva, Dheudes até gravou um vídeo.