TCE Novembro
Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CONSTRUINDO O SABER 29/11 A 29/12
Campo Grande

Greve para o Detran, mas depende apenas de documento para acabar

Greve

17 maio 2016 - 09h21Por Anna Gomes

Os trabalhadores do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) afirmam que basta apenas um documento, registrando o plano de carreira para maio de 2017 com as tabelas salariais dos funcionários, para a greve acabar. A paralisação emperra a vida de quem precisa dos serviços do departamento.

Nesta manhã de terça-feira (17), dezenas de servidores novamente fazem manifestação em frente ao órgão público, localizado na saída para Rochedo. Até ontem (16), no primeiro dia de greve, a categoria reivindicava o valor R$ 250 de abono e 10% de reajuste salarial,  mas neste segundo dia de paralisação, os servidores já acataram a proposta do Governo do Estado que ofereceu R$ 200 de abono e 6% de reajuste.

Segundo Marcelo Almeida, que faz parte da comissão técnica dos servidores, a greve pode acabar a qualquer momento, basta o governo oferecer um documento oficial onde esteja registrado o Plano de Cargos e Carreiras juntamente com as tabelas salariais para maio do ano que vem.

"Eles nos encaminharam uma carta compromisso, mas não confirmam a data dos planos de cargos e carreiras juntamente com a tabela salarial. Queremos tudo registrado, pois as coisas vão ficar mais difíceis em 2018, já que se trata de um ano eleitoral e podem nos enrolar. Só falta esse documento para a gente fazer uma assembleia e acabar com a greve" explica Marcelo.

Ainda conforme Marcelo, 90% dos servidores aderiram à paralisação na Capital e no interior do Estado. Em Campo Grande e Dourados, apenas 20% do efetivo está trabalhando nas cidades de Corumbá e Costa Rica.