FIEMS JUNHO

sábado, 15 de junho de 2024

Busca

sábado, 15 de junho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Campo Grande

há 3 semanas

Homem é condenado a 5 anos de prisão por esfaquear e matar travesti em Campo Grande

O crime aconteceu em dezembro de 2022, no bairro Jardim Leblon

A Justiça de Mato Grosso do Sul, condenou a cinco anos e quatros meses, Gabriel Francisco Inverso Serra, pelo assassinato Wellerson de Oliveira Rodrigues, 22 anos. O crime ocorreu no dia 15 de dezembro de 2022, na Avenida Marechal Deodoro, região do Jardim Leblon, em Campo Grande.

Wellerson foi morto com uma facada, após um desentendimento que teve com Gabriel, ao qual na época mantinha um relacionamento.

O julgamento foi realizado nesta quinta-feira (23), na 1ª Vara do Tribunal do Júri e foi conduzido pelo Carlos Alberto Garcete de Almeida. 

Durante o julgamento, Gabriel confessou ser o autor da facada e afirmou que não tinha a intenção de matar Wellerson.

O caso

Gabriel Francisco Serra Inverso, 31 anos, se entregou à polícia neste domingo (18) e confessou a morte da mulher trans Wellerson de Oliveira Rodrigues, 22 anos. A jovem foi assassinada na quinta-feira (15), na Avenida Marechal Deodoro, região do Jardim Leblon, em Campo Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, Gabriel foi abordado na Avenida Júlio de Castilho, esquina com Yokohama, onde relatou o crime e disse que iria se entregar na Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Roubos e Furtos), localizada no Lar do Trabalhador.

Wellerson costumava fazer programas sexuais na região e, aparentemente, tinha um relacionamento com Gabriel. Ele a matou com um golpe de faca, que perfurou o tórax e atingiu o coração.
A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa.

O caso foi registrado na 6ª Delegacia de Polícia Civil como homicídio qualificado pela traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou impossibilite a defesa da vítima. No entanto, deve ser transferido para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) já que o inquérito aponta para feminicídio.
 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO