FIEMS JUNHO

terça, 25 de junho de 2024

Busca

terça, 25 de junho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Ajuda

há 2 semanas

Idoso cai, perde os movimentos e família faz apelo: 'precisa de cadeira de banho e cama ortopédica'

Quedas seguidas causaram perda da mobilidade e Clóvis só vive acamado no Jardim Batistão

Há menos de 20 dias, Clóvis Alves da Silva, 63 anos, vive acamado, depois de perder os movimentos das pernas, em decorrência de duas quedas em casa. O que a princípio foi tratado como um "susto", agravou e familiares revezam nos cuidados do idoso, no Jardim Batistão.

Segundo o filho, Mike dos Santos Vianna, 30 anos, a primeira queda do pai foi recente, quando ele escorregou tentando tocar o cachorro da família na varanda de casa. "Ele se desequilibrou e caiu, minha mãe, de 49 anos, passou 20 minutos tentando levantá-lo, mas por conta de um problema de nascença na perna direita ele teve algumas dificuldades", conta.

Apesar do susto, Clóvis conseguia caminhar e não precisou de atendimento médico.

Em poucos dias, o idoso sofreu uma nova queda, agravando a situação e tirando totalmente seus movimentos.

"Ele caiu a caminho do banheiro, na segunda queda ele já avisou minha mãe que não estava bem, foi levado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário onde passou 5 dias internado", narra.

Sem vagas para ser encaminhado ao hospital, os filhos se juntaram e pagaram o exame solicitado pelo médico e Clóvis fez duas ressonâncias. Levado para casa pelos filhos, o idoso perdeu os movimentos nas pernas, um dos braços e teve os dedos das mãos atrofiados.

Assistência social da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Jardim Batistão foi até a residência atender o paciente e solicitou atendimento com um ortopedista do CEM (Centro Especializado Municipal).

Enquando aguardam atendimento do especialista, a família precisa de apoio para melhor tratar o idoso em casa.

"A gente precisa de uma cadeira de banho e uma cama ortopédica. Sempre que movemos ele do lugar, ele grita de dor na perna. Então precisamos desse apoio", diz o rapaz.

Clóvis ainda precisa de doações de fraldas geriátricas, já que o produto está em falta na rede pública.

"Criamos uma vaquinha online, mas quem tiver a cadeira, a cama e doações de fraldas, pode falar que a gente dá um jeito de buscar.

O contado de Mike é o (67) 98218-3021.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO