TCE JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
terça, 28 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Campo Grande

Jovem chama policiais assassinados de 'frangos' e alega que não 'paga de cão'

Ontem uma jovem debochou da morte de policiais dizendo que 'dois CPFs haviam sido cancelados'

10 junho 2020 - 15h00Por Nathalia Pelzl

Jovem que debochou da morte de dois policiais civis, na tarde desta terça-feira (9), em Campo Grande, não está sozinha. Também no Facebook, um rapaz chamou os profissionais de 'frangos'.

“Mataram os frangos hoje de tarde mané”, postou ao marcar um amigo. O comentário gerou revolta. 

 

Alguns internautas questionaram o posicionamento e a forma ofensiva de falar dos agentes da lei. "Mais tarde pode ser você", disse um, que foi rebatido pelo jovem. "O pai anda pelo certo, não fico pagando de cão. Caso contrário deles que pagaram de brado. Ou você acha que eles estavam fazendo caridade?". 

Na mesma postagem, um usuário do Facebook questiona: "vamos lá, você não tem direito de chamar nenhum policial de frango. Segundo, eles estavam trabalhando! Imagina se seu pai fosse um policial ou seu irmão? Em um momento de colapso, você chama a polícia de frango, na hora que você for roubado, ou tomar um tiro, ou for baleado por aí, chama os frangos 'como você disse', respeita a polícia e a situação. Forte abraço", finalizou. 

CPFs cancelados 

Perfil de uma jovem no Facebook escreveu ''Dois CPFs cancelados com sucesso'' ao saber da morte dos policiais civis ontem (9).

Alguns membros do Facebook apontaram que a jovem seria namorada de um dos suspeitos envolvidos nas mortes de Marcos Roque da Silva, 39 anos, e Jorge Silva dos Santos, 50 anos, ambos lotados na Delegacia de Roubos e Furtos, em Campo Grande. No entanto, essa informação não foi confirmada. 

A autora do post foi bastante criticada pelos demais usuários. Ela justificou a postagem, dizendo que outros policiais usam o mesmo termo quando um bandido morre em troca de tiros com a polícia. 

Uma internauta disse para a jovem: 'marmita de bandido é dose, hein! Quero ver a hora que morrer na mão do amor''. 

A jovem reclamou ainda que ''policiais podem escrever mensagem contra bandidos'', mas as ''pessoas normais'' como ela não poderiam. E voltou a escrever: ''mas que foi mais dois CPF cancelados com sucesso, foi''.

O crime

Ozeias e o outro bandido foram abordados por suspeitas de roubos e furtos de celulares. Eles foram algemados, mas não revistados e, por isso, um deles sacou uma arma e atirou por trás, atingindo a cabeça e a nuca dos agentes.

Os dois bandidos fugiram, mas um foi preso instantes depois. O outro, Ozeias Morais roubou um carro Polo branco e fugiu para a vila Nhanhá. Naquele bairro, ele abandonou o veículo e roubou outro carro, fugindo para um bairro da região sul da Capital e foi localizado na madrugada desta quarta-feira (10), no bairro Santa Emília. Ele trocou tiros com a polícia, foi baleado e morreu.