Menu
segunda, 25 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

No dia em que Mariana faria 22 anos, família a homenageia para lembrar de sua alegria

Jovem blogueira faleceu vítima de doença abrupta em outubro de 2018

18 março 2019 - 19h18Por Amanda Amaral

Balões brancos, fotos, amigos e familiares com camiseta que leva seu rosto em largo sorriso e os cabelos ruivos que não passavam despercebidos. Assim a família de Mariana Morel a homenageia no dia em que ela completaria 22 anos, neste dia 18 de março, quase cinco meses após seu falecimento.

A jovem de Campo Grande faleceu vítima de pancreatite, inflamação do pâncreas que evoluiu rapidamente. A repentina despedida chocou quem a conhecia, cheia de vitalidade e sonhos, que sempre são lembrados pelos amigos e até quem não mantinha uma relação próxima. 

Renato, irmão de Mariana. (Foto: Wesley Ortiz)

Mariana mantinha um canal de vídeos e perfil de fotos em que dividia dicas de moda, maquiagem e de sua rotina. Somava diversas visualizações e curtidas, especialmente um sucesso entre o público feminino adolescente.

“Ela era alegria. No velório foi muita gente, ficamos impressionados, porque o meio social dela eram as meninas mais novas, de 13 a 15 anos e que gostam de moda, não tínhamos muito contato, e tinha até um fã clube”, conta o irmão Renato Morel, de 32 anos.

(Foto: Reprodução/Facebook)

A mãe e melhor amiga Silvana Morel, 48 anos, lembra que sonhava junto com a filha. “Eu amava, incentivava ela a fazer mais vídeos, a se comunicar com as meninas que a seguiam. Era referência para muitas dessas jovens, as vezes era abordada em público, pediam para tirar foto, ela ficava muito feliz”, lembra.

A vontade da jovem era viver da moda, que queria estudar, e conhecer os Estados Unidos. Por ser tão unida à família, aos 15 anos Mariana chegou a trocar a oportunidade da viagem para a Disney para passar o aniversário junto ao pai, irmão e mãe no Rio de Janeiro.

A lembrança é um dos orgulhos compartilhados sete anos depois, e que permanecem fortes entre todos que ali sentiam juntos a saudade. Seu quarto intacto e a casa cheia de fotos de tantos momentos felizes são os itens físicos que simbolizam o amor cultivado no lar.

O pai Afonso Pereira de Lira, 55 anos, que dá nome à lanchonete de mais de 30 anos em que a homenagem foi preparada, sintetiza o sentimento do dia. “Aqui é a casa onde ela viveu e vamos lembrar como ela gostaria, com alegria. Ela gostava de viver, não ia ficar feliz de ver a gente vivendo trancado, então essa é uma forma da gente lembrar sempre dela”, finaliza.

Veja mais fotos abaixo, na galeria:

Leia Também

Motorista perde o controle do carro, cai em ribanceira e morre na BR-262
Interior
Motorista perde o controle do carro, cai em ribanceira e morre na BR-262
Chuvas retornam na quarta e fim de semana pode ter novos temporais em MS
Cidades
Chuvas retornam na quarta e fim de semana pode ter novos temporais em MS
Lendas Pantaneiras: Escola e Cinema
Informe Publicitário
Lendas Pantaneiras: Escola e Cinema
Obrigado a limpar o chão, vendedor sofre novos ataques no Carrefour: 'Pedro da Limpeza'
Campo Grande
Obrigado a limpar o chão, vendedor sofre novos ataques no Carrefour: 'Pedro da Limpeza'