SEBRAE MAIO 2023 2

terça, 28 de maio de 2024

Busca

terça, 28 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Campo Grande

18/04/2024 11:38

Obras da prefeitura acabam com alagamentos em pontos críticos de Campo Grande

Concluída no final do ano passado, a bacia de amortecimento do córrego Reveilleau passou neste ano pela primeira 'prova de fogo'

  • Bacia de Amortecimento do córrego Reveilleau
  • Bacia de Amortecimento do córrego Reveilleau
  • Bacia de Amortecimento do córrego Reveilleau
  • Bacia de Amortecimento do córrego Reveilleau
  • Bacia de Amortecimento do córrego Reveilleau
  • Bacia de Amortecimento do córrego Reveilleau

Após uma série de obras por toda a cidade, a prefeitura conseguiu acabar com diversos pontos críticos de alagamentos em Campo Grande. Entre as soluções adotadas estão obras de drenagem, como as bacias de amortecimento do córrego Reveilleau, além de intervenções rápidas e importantes, como nas ruas Catiguá, Rivaldi Albert, Rua do Seminário e próximo à ponte sobre o córrego Imbirussu, que liga os bairros Jardim Colorado e Jardim Pênfigo.

Concluída no final do ano passado, a bacia de amortecimento do córrego Reveilleau passou neste ano de 2024 pela primeira prova e absorveu bem o volume de água da chuva. O resultado é que desde então o problema da interdição da Avenida Via Park, próximo ao Shopping Campo Grande, provocado pelo transbordamento do córrego Prosa, não ocorreu mais.

Além disso, no mês passado a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) fez a limpeza do canal do córrego Prosa, garantindo assim que a água da chuva corra normalmente, sem risco de transbordamento. A bacia é a primeira construída pelo sistema gabião, que tem maior durabilidade, e tem capacidade para reter até 40 mil metros cúbicos de água. Ela fica na esquina das avenidas Mato Grosso e Hiroshima.

Quem também agora pode ficar sossegado nos dias de chuva forte são os moradores da Avenida José Barbosa Rodrigues, na região do Bairro Zé Pereira. Em fevereiro, a Sisep fez a limpeza do canal do córrego Imbirussu, acabando com o alagamento da via que ocorria sempre em dias de muita chuva, devido ao assoreamento que deixou o leito praticamente no mesmo nível da avenida, e com isso havia o transbordamento. A Avenida José Barbosa Rodrigues liga a Avenida Euler de Azevedo a Avenida Duque de Caxias, na região da Vila Popular.

No final do ano passado, preocupada em causar menos transtorno possível aos moradores da região, a Prefeitura executou com rapidez o reparo no tubo Armco na Rua do Seminário. Em meados de dezembro, a chuva abriu uma cratera ao lado da ponte sobre o córrego Seminário.

Por ser uma via importante e para que a interdição não ocorresse por muitos dias, a Sisep trabalhou firmemente e a obra foi entregue rapidamente. Trabalho executado com equipe e recursos próprios da Secretaria.

Na Rua Rivaldi Albert, no Jardim Morenão, a Sisep também atuou para terminar o mais rápido possível o reparo na ponte que foi danificada durante chuva em julho do ano passado. Foi feita a reestruturação e reforço da tubulação Armco.

A via é uma importante ligação dos moradores dos bairros Pioneiro e Jardim Morenão à Avenida Guaicurus. Foram colocadas também duas manilhas de 1,5 metro, para a passagem da água de um lado para outro da pista. Essas manilhas servem também como "ladrão", ou seja, quando o volume da chuva excede a capacidade da tubulação Armco, servirão como canal de escoamento da água da chuva.

Na região do Jardim Colorado/Jardim Pênfigo, moradores reclamavam que nos dias de chuva, muitas crianças ficavam sem poder ir à escola por causa da água que ficava empoçada na ponte sobre o córrego Anhanduí. Tão logo tomou conhecimento da situação em novembro, a Sisep solucionou o problema.

Após vistoria, a equipe técnica da Secretaria definiu o que poderia ser feito. Em pouco mais de duas semanas, a obra estava concluída. "Choveu bastante esses dias, mas a água desceu rápido, o trabalho que fizeram agora melhorou bastante, se tivesse do jeito que estava antes ninguém passava", comentou a moradora Karina Bezerra da Silva, no final de novembro, na primeira chuva após a conclusão do serviço pela Prefeitura.

Foi uma ação da Prefeitura também que trouxe alívio para a ONG Centro de Integração da Criança e do Adolescente (CICA), que funciona no Bairro Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Sempre que chovia forte, a água invadia a área da entidade, causando um grande problema, que já durava 14 anos. A administração municipal construiu uma bacia de amortecimento e implantou sistema de drenagem.

Uma bacia de contenção feita pela administração municipal também contribui para solucionar o problema de alagamentos na via de acesso ao Hospital São Julião. Antes da obra, a rua chegou a ficar interditada temporariamente por causa de uma erosão.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO