TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
segunda, 23 de maio de 2022 Campo Grande/MS
GOV EMPREGO MAIO
Campo Grande

Polícia federal já atuou em quatro crimes nas Eleições 2018 em MS

Corumbá e Três Lagoas também registraram casos

07 outubro 2018 - 13h56Por Rodson Willyams e Amanda Amaral

A Polícia Federal divulgou o balanço oficial de ocorrências de flagrantes de ilícitos eleitorais lavrados até às 12 horas deste domingo (7), em Mato Grosso do Sul. Ao todo, foram registrados quatro ocorrências no Estado, dois somente em Campo Grande.

Segundo a PF, os casos registrados na Capital foram de boca de urna e compra de votos. No caso de compra de votos, um homem teria abordado uma mulher e perguntado se ela teria candidato. O caso aconteceu próximo a Escola Oliva Enciso, na região central da cidade. O homem foi detido e encaminhado para a sede da PF.

Em outro caso, um casal identificado como Ademilson Gil, de 47 anos, e Mirian Freitas Gil, de 44 anos, procurou o local para informar um problema na urna eletrônica. Conforme a Polícia Federal, o casal relata que no momento em que foram votar para presidente ao apertar a urna, apareceu 13. O casal votaria em Jair Bolsonaro. Os agentes da Polícia Federal solicitaram que o casal voltasse até à sessão para tentar registrar o voto e que registrasse o caso em ata.


Sede da Polícia Federal. Foto: Wesley Ortiz.

Outras ocorrências

No interior, outros dois casos foram registrados, sendo um por propaganda irregular no município de Corumbá, distante 426 km de Campo Grande. Outra ocorrência foi de ato infracional de boca de urna que foi encaminhado à Delegacia da Infância de Juventude da cidade de Três Lagoas.

Nas cidades de Dourados, Ponta Porã e Naviraí não registraram ocorrência.

Sede da Polícia Federal. Foto: Wesley Ortiz.