PREFEITURA DE MARACAJU MAIO 2024

quarta, 29 de maio de 2024

Busca

quarta, 29 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Campo Grande

18/08/2017 11:46

No centenário da Santa Casa, prefeitura renova contrato mas mantém repasse em R$ 20 milhões

O hospital não aceitou renovar contrato por um ano e a assinatura foi feita a curto prazo

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirmou que resolveu o impasse com a Santa Casa de Campo Grande e assinou contrato, mantendo o valor de R$ 20 milhões como repasse mensal. Trad destaca que demonstrou, através de documentos, que não dispõe de recurso para atender o pedido de aumento solicitado.

“Não tem conflito nenhum, há objetivo deles e conosco é o mesmo, que é o melhor para a cidade e para as pessoas. Estamos honrando o contrato, não temos mais dinheiro para dar. Creio que houve pequena descontinuidade do contrato. Foi assinado hoje e está tudo resolvido”, garante o Chefe do Executivo.

Questionado sobre o pedido de aumento de R$ 3 milhões feito pelo hospital e a exigência de ter o pagamento em caixa até o 5° dia útil, Marquinhos afirma que nunca houve atraso e destaca que a renovação foi feita sem aumento. “Nunca atrasamos nenhum repasse para a Santa Casa, o problema é o aumento da verba, não temos esse aumento. Toda a cidade sabe, existem épocas de vacas gordas e de vacas magras, estamos em uma época que nem vaca tem. Reconhecemos a importância do hospital, como a Santa Casa reconhece a importância de receber todo mês os R$ 22 milhões que repassamos”.

Conforme o secretário de planejamento controle e finanças da prefeitura, Pedro Pedrossian Neto, a Santa Casa não aceitou renovação do contrato com o mesmo valor por um ano, já que acredita que, mantendo o contrato a curto prazo, o aumento tem mais chances de ser concedido.

“Foi feito aditivo de prazo, com mesmo valor, R$ 20 milhões, todos os meses. Eles não querem renovar por muito tempo, só a curto prazo, quando nosso desejo era um ano. A Santa Casa quer renovação de prazo curto, o desejo é aumentar, mas não temos o dinheiro, temos déficit herdado expressivo que tem caído, mas ainda demora para ter fôlego financeiro para novos aportes”, diz o secretário.

Sobre o valor do déficit atual e a possibilidade de vencer a crise até o final do ano, Pedro afirma que tudo depende de como o país vai se desenvolver nos próximos meses. “Uma coisa é déficit financeiro e outro contábil. O contábil gira entorno de R$ 25 milhões. Já o financeiro cerca de R$15 milhões. Vencer a crise, depende muito do quanto o país vai crescer”.

Evento

Prefeito e secretário participam da solenidade de 100 anos da Santa Casa. O evento ocorre no auditório “Carroceiro Zé Bonito”, desde as 9 horas.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO