TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sábado, 04 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Campo Grande

Prefeitura dá resposta rápida a danos mais urgentes da tempestade em Campo Grande

300 colaboradores e 30 caminhões promovem reparos e limpeza das vias

17 outubro 2021 - 17h41Por Thiago de Souza

A Prefeitura de Campo Grande destacou, neste domingo (17), que deu solução para as ocorrências de transtornos mais urgentes, causados pela tempestade de sexta-feira (15). 

Foi observado que os canais de atendimento, 156 e 199 foram fundamentais para identificar e deslocar as equipes de reparos até os locais que mais necessitavam de intervenção. 

Após o fenômeno meteorológico causar danos, o Executivo colocou 300 colaboradores e 30 caminhões à disposição das sete regiões urbanas da Capital, para ações imediatas, inclusive de madrugada. 

As equipes continuam trabalhando neste domingo (17), na retirada dos materiais acumulados com as podas.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos afirmou que as árvores que não foram retiradas são as que estão sob a fiação elétrica e dependem de atuação conjunta com a concessionária que atua em MS. 

Análise 

A Prefeitura fez um levantamento e constatou que não houve prejuízos às estruturas das obras de drenagem e o ritmo de limpeza das vias depende de tempo firme. O executivo elabora série de medidas ao lado dos anos para conter prejuízos, mediante ameaças futuras de desastres da natureza. 

Marquinhos Trad disse que Campo Grande tem baixo risco para desastres naturais, mas que as ventanias atípicas, como a de sexta-feira ‘’merecem um novo olhar do poder público’’. 

Trânsito

Desde a tarde de sexta-feira, equipes da Sisep e da Defesa Civil Municipal, em conjunto com o Corpo de Bombeiros e demais órgãos de controle de desastres, percorrem as sete regiões da cidade. O objetivo é minimizar danos causados pela ventania e tempestade de poeira. Além da sujeira, esse fenômeno atingiu o sistema de semaforização. Avenidas de grande fluxo como a Mato Grosso e a Afonso Pena tiveram praticamente todo o conjunto de semáforo afetado ao longo de sua extensão. 

Semáforos 

Foram 212 cruzamentos com semafóricos afetados pela tempestade, sendo que 60% apagaram com o desligamento da energia elétrica. Apesar de quase todos os equipamentos já estarem operando normalmente, a Agetran aguarda o restabelecimento do sistema de energia elétrica em alguns pontos, para que possa reativar os sinais de trânsito imediatamente.

Famílias

Equipes que atuam nos Centros de Referência em Assistência Social estão em alerta e acompanham a situação das famílias em vulnerabilidade, assistidas pelos 21 Cras, incluindo a unidade localizada no Distrito de Anhanduí.

As equipes monitoram as famílias via grupos de WhatsApp, além do presencial, se dirigindo até o endereço, para verificar a necessidade de ofertar benefícios eventuais.