Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Sem receber, Solurb agora deve parar até recolhimento de lixo hospitalar

Novela

21 outubro 2015 - 09h22Por Anna Gomes

Como se não bastasse interromper a coleta de lixo domiciliar, agora a concessionária CG Solurb, responsável pelo serviço em Campo Grande, pretende paralisar também o recolhimento de lixo hospitalar na Capital. O motivo seria a falta de combustível, que não está sendo pago pela prefeitura, como previsto em contrato.

A coleta nos bairros e centro da cidade estão suspensas desde a última sexta-feira (16). Com isso, não é surpresa ver 'montanhas' de lixo espalhadas pela Capital. Apenas dois caminhões que fazem a coleta do lixo hospitalar não haviam parado de funcionar normalmente, mas nesta terça-feira (21), a Solurb diz que o serviço também vai parar assim que o combustível acabar.

Segundo o presidente do Steac-MS (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação de Mato Grosso do Sul), Wilson Gomes da Costa, em menos de dois meses, esta já é a terceira greve da categoria.

Os funcionários da Solurb não recebem há mais de 90 dias e a 'novela do livro' ainda não tem previsão para acabar. A concessionária também alega que a prefeitura não paga o que deve.

Nesta terça, Campo Grande chegou a virar novamente notícia nacional devido ao problema do lixo espalhado por toda cidade. Segundo a Solurb, o 'caos da sujeira' parece que só vai ser normalizada quando a prefeitura pagar parte da dívida, que seria R$ 25 milhões.