TCE JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
Campo Grande

VÍDEO: confusão em igreja tem apelo a Jesus, ofensas a guardas e pedido aos direitos humanos

Pastor ofende a equipe de fiscalização da prefeitura, que informa sobre o toque de recolher

31 julho 2020 - 12h16Por Diana Christie

Vídeos obtidos pelo TopMídiaNews mostram a confusão durante abordagem a fiéis da igreja 'Pai, Filho e Espírito Santo', na noite desta quinta-feira (30), no bairro Jardim Centro Oeste, em Campo Grande.

Nas imagens gravadas por um leitor, um pastor de 50 anos ofende a equipe de fiscalização da prefeitura, que informa sobre o toque de recolher e as normas para funcionamento de atividades religiosas, que incluem distanciamento e uso de máscaras.

“Não sou traficante, não sou bandido. Foi o governador que mandou matar Jesus... Foi a autoridade e é assim que vocês estão fazendo. Lei do prefeito, lei do governador, são ateus, são assaltantes...”, diz o pastor, em um trecho das gravações.

Participaram da ação Guardas Civis Metropolitanos, membros do Ministério Público Estadual e fiscais da Semadur. Pelas imagens, é possível ver que as autoridades tentam orientar os membros da igreja e são desrespeitadas várias vezes.

Entre as reclamações do líder religioso, ele chega a afirmar que “é por isso a filha do governador André Puccinelli está morrendo com câncer” e que “estão invadindo a casa de Deus, tudo armado”. Ele também pede para que liguem para os direitos humanos e garante que está “obedecendo a lei de Deus”.

Procurada pela reportagem, a Guarda Civil Metropolitana diz que não encaminhou o pastor para a delegacia em respeito às crianças que estavam no local.

Assista: