Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Cidade Morena

1º médico a ser vacinado em MS, Milton diz que vacina é esperança para fim do sofrimento

Idosa e indígena também receberam a dose da Coronavac no Hospital Regional

18 janeiro 2021 - 17h34Por Thiago de Souza e Willian Leite

Márcio Estevão Midon, 43 anos, foi o primeiro profissional de saúde a ser vacinado contra a covid-19, na tarde desta segunda-feira (18), em Mato Grosso do Sul. Ele destacou que a imunização é a esperança para o fim do sofrimento causado pela pandemia. 

Milton atua no Hospital Regional em Campo Grande, local onde os primeiros profissionais de saúde – que são do grupo de risco – receberam as doses para divulgação. 

‘’A vacina é uma vitória da ciência...significa salvar vidas’’, declarou Midon. À imprensa, o profissional lembrou da luta contra a doença dentro do hospital que é referência no combate à doença. 

‘’A gente viu muito sofrimento, angústia vindos dos pacientes, dos familiares’’, completou  Midon. Além dele, uma idosa e uma indígena também receberam a imunização. 

A diretora-clínica do HR, Rosana Leite de Melo destacou que Márcio Midon é formado em MS e fez residência médica no Hospital Regional. 

‘’É uma pessoa ímpar...muito envolvido, já entubou mais de 100 pacientes gravíssimos, realmente representa nós médicos e todos os bons profissionais da saúde’’, destacou Melo. 

Rosa Leite destacou a eficácia da vacina e os benefícios que ela vai trazer. 

‘’A pessoa pode até ter a doença, mas não terá a forma grave, isso é muito importante’’, avaliou a médica. Ela calculou que serão necessárias seis mil doses para imunizar todos os profissionais de saúde do HR e acredita que todos serão protegidos contra a doença. 

Rosana ressaltou que é preciso paciência para os que não são do grupo de risco, já que em breve a vacina deve chegar para todos na cidade.