Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Cidade Morena

Areias da esperança: amigos realizam torneio de vôlei para arrecadar recurso para projeto social

A competição acontecerá nos dias 13 e 14 de abril

26 março 2019 - 12h59Por Redação

Foi em meio a uma partida de vôlei, rotina de muitos anos na vida de atleta, que um grupo de amigos do Bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, resolveu retribuir ao esporte tudo aquilo que ele proporcionou na vida.

Ali, na brincadeira, esses amigos olharam para crianças ao redor da quadra e perceberam que havia uma lacuna a ser preenchida. Eles resolveram ocupar este espaço na vida das crianças, oferecendo o esporte como forma de mudança de vida, evitando que esses jovens se perdessem em descaminho. Nascia, então, o “Areias da Esperança”.

“Pensamos que poderíamos fazer algo para ajudar nossa comunidade e adolescentes que estavam meio perdidos. Mas, para conseguir dar o treino, precisamos de material, de uma estrutura melhor, para oferecer um lanche, uniforme para estas crianças carentes. É um investimento para pagar uma ficha de inscrição, lanche, condução para estes jovens, que já estão preparados para começar a competir nas categorias de base”, explica Lucinha Oliveira, uma das idealizadoras do projeto.

Para arrecadar recurso para o desenvolvimento do trabalho, os atletas estão realizando um torneio de duplas de vôlei, masculino e feminino. A competição acontecerá nos dias 13 e 14 de abril, com inscrições a R$ 30.

Metade do valor arrecadado será distribuído como premiação e o restante será utilizado para investimento no projeto. Não será permitida a inscrição de duplas com nível muito elevado, justamente para que o torneio não intimide aqueles que desejam participar para ajudar e não necessariamente pela competição. 

Os organizadores também pedem que os participantes tragam livros ou gibis , que serão doados pelo projeto a crianças carentes da região.

“Nossa ideia é expandir para outros esportes praticados na areia. Agregar todos estes jovens, em um segundo tempo da escola. Seja no futevôlei, “beach tennis”... Queremos que estes meninos tenham a esperança de um mundo melhor. Talvez se tornem atletas, mas só o fato de estarem convivendo ali entre amigos, se respeitando, aprendendo a  lidar com as pessoas, já é muito válido. Isso ai eles vão levar  para o resto da vida deles”, detalha Lucinha.

Os interessados em participar do torneio ou em ajudar com alguma doação, podem entrar em contato com a Lucinha, no telefone (67) 999972894. “Estamos investindo nestes meninos. oferecendo uma atividade, mas também cobrando desempenho deles na escola, disciplina. Acreditamos no esporte como transformador de vidas. Com o projeto, estamos retribuindo ao esporte tudo aquilo que ele já contribuiu na nossa vida”, finaliza Lucinha.

Leia Também

Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Polícia
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Grávida é presa por levar maconha dentro de cebola para detento em Corumbá
Interior
Grávida é presa por levar maconha dentro de cebola para detento em Corumbá
Especialista eleitoral diz que Papy não cometeu crime em reunião com comes e bebes
Política
Especialista eleitoral diz que Papy não cometeu crime em reunião com comes e bebes
Mortes diárias por covid-19 ainda são altas e total já chega a 139 mil no Brasil
Geral
Mortes diárias por covid-19 ainda são altas e total já chega a 139 mil no Brasil