Menu
segunda, 23 de novembro de 2020
Cidade Morena

Bêbado: advogado que matou PM no trânsito ganha liberdade em Campo Grande

Ele vai cumprir medidas cautelares, mas sem tornozeleira eletrônica

28 outubro 2020 - 18h47Por Thiago de Souza

O advogado Helder da Cunha Rodrigues, preso por matar o policial militar Luciano Abel de Carvalho Nunes, 29 anos, no trânsito de Campo Grande, ganhou liberdade provisória na tarde desta quarta-feira (28). 

Para tanto, o advogado terá de permanecer em casa, das 20h às 6h e não pode sair da cidade sem autorização judicial. 

A decisão foi do juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. 

Crime

O PM estava de folga e transitava de moto pela avenida Centaurea, quando foi atingido pelo advogado Helder da Cunha Rodrigues, que seria pela avenida João Arinos, no Cidade Jardim, na manhã de segunda-feira (19). 

Após o acidente, Helder fugiu a pé e foi achado perto da Depac Cepol. A Polícia Civil achou uma garrafa de vodca pela metade no carro dele, um Cobalt. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que resultou em 0,76/mg/l.

Ainda segundo apurado pelo TopMídiaNews, o advogado apresentava fala pastosa, roupas esgarçadas e odor etílico.
 

Leia Também

Motorista dirige usando celular, bate carro em pilha de concreto e morre
Geral
Motorista dirige usando celular, bate carro em pilha de concreto e morre
Mãe idosa e padrasto são agredidos por filho bêbado em Paranaíba
Polícia
Mãe idosa e padrasto são agredidos por filho bêbado em Paranaíba
Menina de 11 anos morre afogada em rio
Geral
Menina de 11 anos morre afogada em rio
69 candidatos formam ‘bloco do não ganhei’ e pedem recontagem em MS
Política
69 candidatos formam ‘bloco do não ganhei’ e pedem recontagem em MS