Menu
segunda, 23 de novembro de 2020
Cidade Morena

Desabafo: amiga que acompanhou procura por Ravi pede fim dos julgamentos

"Por que vocês querem julgar? Por que falam coisas que não existem, falam coisas para machucar as pessoas... Eles estão sofrendo muito”, diz Fernanda

31 outubro 2020 - 13h30Por Diana Christie

Fernanda Yuki, amiga dos pais do menino Ravi Loureiro, detalhou todo o drama da procura pela criança, que morreu afogada na piscina de um parque aquático de Campo Grande. Ela também fez um apelo pelo fim do julgamento e da busca por culpados.

“Todos os salva-vidas estavam de costas. Não julgo eles, obrigação deles era cuidar as piscinas. Não culpo o parque. [...] Por que vocês querem julgar? Por que falam coisas que não existem, falam coisas para machucar as pessoas... [...] Eles estão sofrendo muito”, diz.

A amiga destaca que muitas pessoas estavam perto do local onde aconteceu o acidente, mas ninguém foi capaz de impedir. Só que isso não significa negligência e sim uma fatalidade, que ocorreu apesar dos esforços de todos.

“Sei que a socorrista fez ele voltar. Sei que ela fez de tudo que podia para ajudar. Eles foram até no velório e no enterro dele, conversaram comigo. Cintia e Guilherme fizeram de tudo para salvar o filho deles. [...] Vocês acham mesmo que os pais queriam que o filho morresse. Só se tivesse titica de galinha na cabeça”, aponta.

Assista o desabafo completo:

AFOGAMENTO

O menino de 3 anos saiu da vista dos pais e caiu em uma das piscinas do clube, que fica na saída para Três Lagoas, na Capital. Ele foi socorrido por uma guarda-vidas da empresa e depois pelo Samu.

O menino foi levado para a Santa Casa e, posteriormente, para o Hospital da Cassems, mas não resistiu e morreu no domingo, 18 de outubro.

Leia Também

Alto astral e brincalhão: amigos lamentam morte de rapaz que defendeu mulher de agressão
In Memoriam
Alto astral e brincalhão: amigos lamentam morte de rapaz que defendeu mulher de agressão
Motorista dirige usando celular, bate carro em pilha de concreto e morre
Geral
Motorista dirige usando celular, bate carro em pilha de concreto e morre
Mãe idosa e padrasto são agredidos por filho bêbado em Paranaíba
Polícia
Mãe idosa e padrasto são agredidos por filho bêbado em Paranaíba
Menina de 11 anos morre afogada em rio
Geral
Menina de 11 anos morre afogada em rio