Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Cidade Morena

Funcionário com covid diz que JBS virou 'festa do vírus'; empresa nega

Motivo de funcionários trabalharem com sintomas seria não fechar o centro de operações

05 agosto 2020 - 07h00Por Thiago de Souza

Um funcionário que atua no frigorífico JBS, unidade que fica na saída para Sidrolândia, em Campo Grande, acusa o estabelecimento de omitir casos da doença para não interromper as operações. Esse trabalhador já pegou a covid e alerta que no local atuam cerca de três mil pessoas. A empresa, no entanto, diz que toma medidas criteriosas de prevenção. 

Segundo a denúncia, feita no dia 20 de julho, o funcionário dá conta que colegas de empresa sentem sintomas como dor no peito e falta de ar. No entanto, a empresa não teria tomado rovidências. 

''Eles estão escondendo para não parar a desossa'', garante o trabalhador. Em seguida ele alerta: 

''Se não fechar vai morrer muita gente aqui. Se passar daqui para a cidade, a coisa vai ficar preta'', alerta o trabalhador. O exame dele foi confirmado para a covid no dia 29 do mês passado. 


Teste confirmou a covid em funcionário. (Foto: Repórter Top)

Ainda segundo o reclamante, até existem equipamentos de proteção individual, os EPIs, mas os funcionários precisam tirar quando vão ao refeitório comer. Nesse momento é que pode ocorrer a transmissão do vírus. 

Em outro trecho, o profissional diz: ‘’aqui tá virando o foco do vírus’’. Ele pediu para um amigo denunciar o caso no Ministério da Saúde, algo que já foi feito, mas ainda não houve resposta. 

Preocupante

No começo de julho deste ano, segundo o UOL, o Ministério Público do Trabalho promoveu a testagem de todos os trabalhadores do planta de Dourados desse mesmo frigorófico. O resultado surpreendeu, já que 25% dos 4 mil profissionais testaram positivo para a doença. 

O alto índice de infestação em frigoríficos pode se dever ao fato do ambiente ser frio, fechado e com uma grande concentração de pessoas. 

Resposta

A JBS, por meio da assessoria, destacou que vem adotando critérios rigorosos para identificar funcionários que apresentam sintomas. Entre as medidas, está o afastamento de todos os funcionaríos que estão no grupo de risco para a doença, por exemplo, trabalhadores com mais de 60 anos e gestantes. 

Conforme a JBS, todos os trabalhadores têm a temperatura corporal medida antes de entrar na unidade. Além disso, são questionados sobre seu estado de saúde e até dos familiares. Caso seja detectado qualquer sintoma ou indício da covid, o funcionário é afastado imediatamente. O frigorífico garante que os colaboradores afastados e os familiares recebem acompanhamento diário por parte da equipe de saúde da empresa. Destacou ainda que esses trabalhadores não tem qualquer prejuízo no salário. 

Outro cuidado adotado, segundo a nota, é no transporte dos funcionários, onde a frota foi aumentada e o espaçamento entre os passageiros é maior. A desinfecção desses veículos também é feita diariamente. Dentro da fábrica foram disponibilizados álcool em gel para todos os trabalhadores. 

Sobre a denúncia de uma maior probabilidade de contaminação nos refeitórios, já que os profissionais precisam tirar a proteção facial e a máscara para comerem, a JBS disse que toda a rotina do local foi alterada, reduzindo o número de colaboradores por mesa e instalando uma divisória entre elas. Também, o alimento passou a ser servido por apenas uma pessoa, evitando o compartilhamento de utensílios entre os trabalhadores. 

A empresa destacou que outro grande instrumento para conter o avanço da covid nas unidades que operam em Campo Grande é a orientação dos trabalhadores. Eles são monitorados e alertados para acionar a supervisão sobre qualquer sintoma ou fato atípico que ocorrer. 

 

Leia Também

Comerciante morre em acidente após bater carro em árvore na MS-276
Interior
Comerciante morre em acidente após bater carro em árvore na MS-276
Juíza derruba Trutis e coloca Siqueira como candidato
Política
Juíza derruba Trutis e coloca Siqueira como candidato
Campanha está liberada e domina redes sociais
Política
Campanha está liberada e domina redes sociais
Homem é executado ao dançar com irmã em bar
Polícia
Homem é executado ao dançar com irmã em bar